quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Governo do Piauí quer novo aeroporto em Teresina e ministro Eliseu Padilha aprova iniciativa

Ministro Eliseu Padilha aprova iniciativa e pede que governador encaminhe proposta oficial para a Secretaria

Eliseu Padilha aprova iniciativa de novo Aeroporto em Teresina
O governador do Piauí, Wellington Dias, adiantou, na quarta-feira (14), ao ministro da Aviação, Eliseu Padilha, que pretende fazer uma Parceria Público Privada (PPP) para a construção de um novo aeroporto em Teresina. O ministro aprovou a iniciativa do governo piauiense. Para ele, o estado está “explodindo economicamente”, principalmente com a “alta produtividade de grãos e o grande potencial de exploração de minério”.

De acordo com o governador, um grupo empresarial já manifestou vontade de estar à frente do empreendimento, inclusive já tendo uma área que abrigaria o sítio aeroportuário. O atual aeroporto da capital tem recebido mais de um milhão de passageiros por ano.

Para o ministro, o crescimento da demanda de passageiros na capital força a ampliação da oferta. “O governador anteviu que tem que resolver o aeroporto de Teresina. Tiraríamos o terminal do centro urbano da capital, mas o colocaríamos num lugar próximo do centro, numa área maior, que é uma exigência que o Piauí está nos trazendo”, afirmou Padilha.

O ministro ainda explicou que é preciso que a Secretaria de Aviação seja informada formalmente: “Precisamos do pleito oficial, para iniciarmos os estudos aqui dentro da SAC. “Podemos pensar em alternativas, como colocar na concessão a condição de haver melhorias no atual aeroporto enquanto o outro é construído”, completou.

Após o encontro, o governador do Piauí afirmou que vai formatar a proposta. “Estamos aqui para saber qual a melhor alternativa, para termos segurança ao fazer a modelagem adequada para a construção do novo terminal”, disse.

AVIAÇÃO REGIONAL

Durante o encontro, que contou com a presença da senadora piauiense Regina Sousa, a aviação regional do Piauí também foi debatida. Eliseu Padilha contou a Wellington Dias como está o andamento do programa de desenvolvimento de aviação regional no País.

Só no estado, sete aeroportos do interior ganharão adequações na infraestrutura, para receber voos comerciais: Bom Jesus, Corrente, Floriano, Parnaíba, Paulistana, Picos e São Raimundo Nonato.
Por fim, o ministro da Aviação salientou que é importante não haver nenhuma pendência ambiental para que os processos de licitação possam ser encaminhados. “Licenciamento ambiental tem sido o grande nó do programa. Então, é a nossa corrida agora”, enfatizou Padilha. Fonte: Secretaria de Aviação Civil




Nenhum comentário:

Postar um comentário