quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Ministério Público do Piauí realiza audiência para verificar situação dos aterros de Teresina

Ministério Público discute a situação do meio ambiente em Teresina

A 30ª Promotoria de Justiça de Teresina, com atuação na área ambiental, e o Ministério Público do Trabalho realizaram audiência para discutir a situação atual dos aterros localizados em Teresina, bem como para verificar a situação dos catadores de resíduos sólidos que trabalham no local.

A audiência é a continuação das reuniões realizadas no mês de novembro e dezembro de 2014. Verificou-se que a Prefeitura de Teresina ainda não definiu o modelo de gestão do seu Plano Municipal de Resíduos Sólidos (PMSB), mas que já houve um avanço na sua confecção. Ficou estabelecido que o SEBRAE, a Secretaria Estadual do Trabalho e o Banco do Brasil realizarão audiência no dia 24 de Janeiro de 2015 para preparação da eleição da nova diretoria da Cooperativa de Catadores. A FUNASA e a SESAPI ainda se comprometeram a realizar análise das águas dos poços artesianos localizados nos aterros, com objetivo de verificar a contaminação por metais pesados. 

A audiência ocorreu no dia 20 de Janeiro de 2015, no auditório do Prédio Sede do Ministério Público e contou com a participação de representantes da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Secretaria Municipal do Trabalho e Assistência Social, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação, Secretaria Estadual do Trabalho e Empreendedorismo, Secretaria Estadual de Saúde, além de representantes do Banco do Brasil, SEBRAE, Funasa e membros de Cooperativas de Catadores de Resíduos Sólidos de Teresina. 

Designou-se a realização de nova audiência para o dia 27 de abril de 2015, para continuação dos debates e verificação da efetiva elaboração do PMSB, bem como da situação dos catadores de resíduos sólidos que trabalham no aterro.0+-

Nenhum comentário:

Postar um comentário