sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

TERESINA: Pista no sentido sul-centro da Avenida Henry Wall será liberada em 15 dias

Mais de 70% da obra já foi realizada e a ideia é agilizar os trabalhos para liberação da pista


A Prefeitura de Teresina deve concluir até o final de fevereiro a obra de reforma da Avenida Henry Wall de Carvalho, localizada na zona Sul da cidade. A informação é do superintendente executivo da SDU Sul, Paulo Roberto Nonato.

Segundo ele, mais de 70% da obra já foi executada e que a ideia é agilizar os trabalhos para a liberação da pista. "Já concluímos mais de 70% da obra. Atualmente estamos refazendo o canteiro central e colocando uma nova iluminação, de forma que a população ganhará uma avenida totalmente nova, nos mesmos padrões da Avenida Jânio Quadros, inaugurada no ano passado na zona Leste", afirma Paulo.

O executivo informa ainda que daqui a quinze dias a pistas no sentido sul-centro, da Henry Wall, será totalmente liberada para o tráfego de veículos. "Um dos grandes problemas que temos enfrentado naquela obra é a de ter que conciliar a reconstrução com o andamento do trânsito, uma vez que não existem rotas alternativas para quem trafega pela Henry Wall. Isto atrasou em muito os trabalhos e trouxe bastantes transtornos para a população. Outros fatores que contribuíram para o atraso na entrega da obra foram a rede de abastecimento de água da Agespisa bem como os cabos de fibra óptica da avenida Henry Wall, que tiveram que ser totalmente refeitos em alguns trechos. Além disso, as chuvas atrasaram o início dos trabalhos no ano passado. No entanto, todas as dificuldades foram superadas de maneira que até o final de fevereiro a avenida será totalmente aberta", explica.

Já o superintendente Edson Melo relata que quem precisa utilizar a Henry Wall diariamente será mais beneficiado. “Este é um trecho onde passam diariamente muitos veículos de transporte de carga e moradores dos bairros Angelim, Areias, Irmã Dulce, Promorar, dentre outros bairros. Assim que a obra for concluída, a população que utiliza esta via sentirá uma enorme diferença. Não haverá mais alagamentos porque os pontos onde havia problema de drenagem agora têm bueiros para escoar a água, evitando acúmulo na pista e, consequentemente, danos ao asfalto. Quem ganha com isto é a cidade”, diz Edson.

A reconstrução da Avenida atende a uma solicitação antiga dos moradores e visa por fim aos transtornos durante o período chuvoso, com a melhoria da drenagem. Ao todo estão sendo recuperados mais de três quilômetros de extensão, partindo da Ambev, até a entrada da Vila Irmã Dulce. O investimento é de aproximadamente R$ 6,5 milhões, em recursos próprios do município. Fonte: SEMCOM



Nenhum comentário:

Postar um comentário