quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

TIMON: Construtora Canoplas será obrigada a tapar buracos de ruas do Novo Tempo

Presidente da CMT, vereador Uilma Resende 
Os dirigentes da construtora Canoplas vão comparecer à Câmara Municipal de Timon no próximo dia 24 para assumir o compromisso de reparar as irregularidades nas ruas do Conjunto Novo Tempo. Segundo o vereador Uilma Resende, presidente do Poder Legislativo e autor do requerimento, é necessário cobrar da empresa a restauração e conservação das vias, pois elas encontram-se esburacadas.

“No contrato para a construção da obra consta que a Canoplas tem a obrigação de fazer a manutenção durante cinco anos”, explica. Antes da cobrança, os vereadores da Comissão de Obras vão visitar o conjunto para verificarem a situação in loco.

Uilma Resende informou que o engenheiro responsável pela obra já esteve na Câmara Municipal e prometeu fazer a restauração das ruas, mas, os buracos continuam existindo e agora é preciso que ele volte ao Legislativo e não apenas diga que vai fazer, mas que assine um documento se comprometendo.

“Se ele não fizer isso nós vamos ao Ministério Público e ao Departamento de Defesa do Consumidor para que seja firmado um Termo de Acordo Circunstanciado. Antes ele prometeu que iria fazer a reforma quando iniciasse a obra do Residencial Miguel Arraes, mas isso não aconteceu. A empresa fica protelando para passar o prazo de cinco anos e a bomba ficar com o Executivo Municipal”, afirmou.

O vereador Kennedy Gedeon disse que além da operação tapa buracos é necessário também que seja feita a limpeza das sarjetas, pois o mato e o lixo ficam acumulando a água que transborda para as ruas e esburacam o asfalto, mas lembrou que a Canoplas também ajudou ao SAAE a construir um poço, colocar a bomba e fazer a canalização da água.

O vereador Francisco Torres disse que os reparos são necessários, no que concordou o vereador Biú, e que é preciso a empresa terminar o que está faltando. O vereador Neto Peças afirmou que se o asfalto é de péssima qualidade não cabe à Câmara Julgar. “O que nos cabe é cobrar”, informou.

A sugestão da visita foi apresentada pelo vereador Tales Waquim. Segundo ele, é preciso que seja feito um relatório, rua por rua. O vereador Celso Tacoani disse que o município não pode ser responsabilizado. Ele afirmou que existem ruas no Novo Tempo onde não passam carros. O vereador Raimundo Novaterra afirmou que o asfalto não é ruim, é péssimo. “O que nós queremos é segurança e qualidade”, resumiu. Fonte: CMT


Nenhum comentário:

Postar um comentário