segunda-feira, 9 de março de 2015

Polícia investiga possível participação de familiar na morte de PM em Timon


Delegado Regional de Timon, Antônio Valente

Em uma das linhas de investigação da morte do tenente da Polícia Militar (PM), Itamar Oliveira de Carvalho, a Polícia Civil de Timon (MA) está averiguando a possível participação de um familiar da vítima. Outra hipótese que está sendo apurada é a do latrocínio, já que a arma da vítima foi levada após a ação dos criminosos.

"A arma dele foi subtraída, por isso não podemos descartar a possibilidade de latrocínio. Mas estamos investigando uma informação de que ele teria prendido um familiar por envolvimento com o mundo do crime. Nesse momento não estamos descartando nenhuma possiblidade", afirmou o delegado regional de Timon (MA), Antônio Valente.

O crime aconteceu na noite de sábado (07), em um sítio na localidade Buriti Cortado, a cerca de 40 quilômetros da zona urbana de Timon. A polícia confirmou a participação de cinco homens, que estariam em uma Toyota Hilux. O grupo invadiu a casa e anunciou um assalto. O policial militar estava dormindo quando foi acordado e assassinado.

Local onde o policial foi morto na noite de sábado

Segundo a polícia, os criminosos perguntaram se era policial e ele confirmou. Em seguida, o PM foi executado com nove disparos de pistola PT 380. A mãe, o cunhado e uma irmã da vítima presenciaram a morte e estão sendo aguardados pela Polícia para prestar esclarecimentos.

Os cinco suspeitos já foram identificados e a polícia está investigando a localização dos criminosos. Fonte: TV Cidade Verdade  

Tenente da Polícia Militar (PM), Itamar Oliveira de Carvalho, morto a tiros na zona rural de Timon  




Nenhum comentário:

Postar um comentário