quarta-feira, 13 de maio de 2015

PMDB indica Arnaldo Melo para assumir Funasa e Cláudio Azevedo a Codevasf


Ex-deputado estadual Arnaldo Melo e Cláudio Azevedo 

O PMDB do Maranhão já encaminhou ao governo federal as suas prioridades para ocupar os cargos de segundo escalão. O ex-presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Arnaldo Melo e o ex-presidente do Sebrae e ex-secretário de Agricultura, Cláudio Azevedo, foram os indicados para assumirem os cargos de diretores da Funasa e Codevasf nacional, respectivamente.

As indicações partiram do senador João Alberto (PMDB) e gerou muito descontentamento interno no partido, o que piora a crise que já é gigantesca no diretório estadual. Além dos dois nomes, ainda foram indicados os nomes de André Campos e Sétimo Waquim para ocuparem postos de menor expressão.

As indicações de Arnaldo Melo e Claudio Azevedo seria uma forma de acomodar aliados e compensação, além de terem perfis técnicos, principalmente o de Azevedo.

Um dos motivos de Gastão Vieira (PROS) ter deixado a legenda foi ter sido preterido nas indicações. Inclusive a polêmica entrevista ao jornal O Imparcial, foi usada para argumentar junto ao vice-presidente Michel Temer, que Gastão não deveria ocupar nenhum cargo federal sob indicação do PMDB.

Já o senador Edison Lobão (PMDB), indicou o nome de Arnaldo Martinho para ocupar o cargo de Superintendente de Agricultura no estado. Inicialmente o PMDB desejava ocupar um espaço na direção dos Correios no Maranhão, porém este ficará ainda sob controle do PT, assim como o INCRA e a Superintendência de Desenvolvimento Agrário.

Apesar das indicações ainda não houve nenhum retorno por parte do PMDB nacional e também do governo federal. Vale lembrar que o Maranhão teve dois ministros no primeiro mandato da presidente Dilma, além de ocupar a presidência da Embratur. Até o momento, o estado encontra-se desprestigiado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário