terça-feira, 16 de junho de 2015

“Flávio Dino quer ser mais que Deus”, afirma vereador de Timon ao disparar críticas à gestão comunista

O vereador Kennedy Gedeon disse que já tinha alertado no período eleitoral aos simpatizantes de Flávio Dino que o comunista quer ser mais que Deus

 Kennedy Gedeon não pouca Flávio Dino de duras críticas 
Do Blog do Ludwig Almeida

A sessão da Câmara de Vereadores de Timon na manhã da última e segunda-feira (15) foi bastante polêmica elevando o clima de descontentamento chegando ao ponto quente e com revelações indiretas em relação ao grau de insatisfação de alguns aliados do governador Flávio Dino no município. Passados quase seis meses, alguns aliados de Dino já começam a demonstrar mesmo que indiretamente as frustrações por não terem acesso ao governo estadual como imaginavam.

Entretanto, a notícia dessa insatisfação dos aliados do governador Flávio Dino em Timon veio pelo vereador Kennedy Gedeon (PRP) que atualmente se intitula como independente na Câmara Municipal. Foi em plena tribuna que Kennedy Gedeon disse que não são poucos os aliados insatisfeitos com o chefe maior do comunismo no Maranhão. “A todo o momento, presencio aliados do governador se reclamando”, afirma Gedeon.

O parlamentar municipal demonstrou conhecer de perto o futuro da gestão comunista no Maranhão e disse ainda que não foi por falta de alerta aos que, na época das campanhas eleitorais tinham simpatia para votar no então candidato a governador Flávio Dino. "Mas, sempre eu disse, não vão acreditar nesse governador que ele é juiz e quer ser mais que Deus, e ele não é!”, disparou o vereador timonense Kennedy Gedeon.

Neste sentido, o mais estranho nas declarações do vereador Kennedy Gedeon foi a ausência da defesa por parte de aliados do governo do Maranhão que deveria existir naquele momento do discurso. O “pau cantou” sem piedade na tão desgastada gestão comunista sem nenhuma defesa.

Segurança – No mesmo discurso, Kennedy Gedeon aproveitou para mais uma vez criticar a segurança e defendeu a presença da Força Nacional em Timon. Segundo o parlamentar, a violência só tem aumentado e com a presença da Força Nacional em Teresina (PI) os bandidos têm se deslocado para praticarem assaltos em Timon. Ele denunciou que já foram retirados 20 policiais militares de Timon para São Luís e o Batalhão da PM conta apenas com um veículo e três motos atuando como viaturas nas ruas da cidade. “A cidade com 160 mil habitantes e estar à mercê, sem segurança e entregue aos bandidos”.

Denúncia grave

Sem dúvida, uma grave e preocupante denúncia foi exposta pelo vereador na manhã desta segunda-feira. Segundo ainda Kennedy Gedeon, a maior casa de saúde da cidade, o Hospital Alarico Pacheco não possui leitos suficientes para manter os pacientes que lá fazem cirurgias. Um caso que merece total atenção das autoridades envolvidas na saúde do Maranhão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário