quinta-feira, 2 de julho de 2015

Chico Leitoa assina artigo com o título: Gol de placa: A volta do CAIC

Por Chico Leitoa

Engenheiro civil Chico Leitoa 
Em meados de 1993, fui informado que o Governo Federal construiria 3 CAIC"S (nova denominação dos CIEP"S), no Maranhão. Corri para Brasília e falei com alguns assessores do Ministério da Educação que confirmaram que um poderia ser feito em Timon e pediram que eu conseguisse um terreno.

Voltei empolgado. Era a chance de ter um CIEP em Timon, instalações que permitiriam ser um modelo educacional desenvolvido pelo nosso partido através dos saudosos líderes nacionais Prof. Darcy Ribeiro e Leonel Brizola.

Ainda no avião, refleti onde poderia ser encravada essa obra tão importante de forma que viesse a beneficiar principalmente a população mais carente e desassistida. Eram muitas as comunidades, mais uma me veio à mente com mais nitidez: Pedro Patrício, São Marcos, Parque Aliança e Formosa e, claro, comunidades vizinhas. Chegando a Timon fui até a casa de dona Maria Batista, líder comunitária do Bairro São Marcos, com forte vinculação com as comunidades circunvizinhas. Trocamos ideias com outras pessoas e definimos a área. Levei a planta de localização do terreno e o levantamento topográfico para o MEC, para que o projeto de implantação da obra fosse formatado.

Com o serviço de terraplanagem em andamento chegou a primeira carreta com pré-moldados. Eu, dona Maria e algumas mulheres fizemos uma oração no local agradecendo a Deus pela aquela tão importante conquista. Claro que depois caiu foguete! Depois fizemos uma reunião na casa de dona Santana, no Bairro Parque Aliança, para anunciar aquela grande conquista. Acompanhei em todos os momentos do andamento da obra, de manhã, de tarde e, às vezes, à noite.

Obra imponente, com quadra poliesportiva, várias salas de aula, auditório, teatro, espaço saúde, refeitório, cozinha industrial, biblioteca, área para creche, lactários, berçários, câmara frigorífica, enfim, um sonho para aquela comunidade.

Obra pronta, o então secretário de Educação do Estado, Gastão Vieira, cometeu um grande equívoco e vinculou o CAIC ao estado. Foi por terra todo um trabalho que fizemos paralelamente junto ao MEC, através de uma equipe coordenada por um cientista de nome Robésio, que fazia tratarias junto com um grupo da USP, para implantarmos um arrojado projeto pedagógico naquele local.

A obra completamente equipada só foi inaugurada no ano seguinte do término do meu mandato. Sequer fui convidado para inauguração!

Funcionou durante doze anos. Nos pouco mais de dois anos do Governo Jackson Lago, funcionou na sua plenitude. A partir de meados de 2009, após a cassação do Jackson, foi aos poucos sendo esvaziado. A partir de 2010, abandonado ao ponto de, numa atitude insana, um lunático diretor da URE chegou a tirar os vigias. A partir daí, o CAIC foi impiedosamente dilapidado e os ricos equipamentos foram roubados aos olhos do governo do Estado e da Prefeitura, ambos aliados e contando com um deputado federal e um estadual. Passou à condição de escombro e lugar de mal feito. Exemplo repetido com o CVT - Centro de Vocação Tecnológica, da Rua 17 com Rua 90, no Parque Piauí II (que a Socorro Waquim deixou ser destruído ) e o Polo Tecnológico,  no Sete Estrelas,  no Parque Alvorada, concebido no Governo Jackson Lago (abandonado pelo governo do estado a partir de 2010) e agora retomado pelo estado com o empenho do prefeito Luciano e do deputado Rafael Leitoa. Este último agora transformado em Instituto que será inaugurado ainda este ano.

Mas, Deus existe e é bondoso. Eis que nosso grupo político venceu as eleições e logo, logo, o Prefeito com o apoio decisivo do deputado Rafael Leitoa, cada um no seu papel, deram conhecimento ao Ministério Público, levantaram toda a situação, chamaram a Comissão de Obras da Assembleia, e a Secretaria de Educação do Estado, fizeram um bem elaborado e completo projeto de requalificação do nosso CAIC.

E agora para nossa felicidade, o governador Flávio Dino, através da Secretária de Estado de Educação, Áurea Prazeres, atenderam pleito do prefeito Luciano Leitoa e do deputado estadual Rafael Leitoa, autorizou a sua completa recuperação. O custo da obra será de quase R$ 3,5 milhões. E os responsáveis pelo prejuízo  espalitando os dentes e fazendo festa.

A Prefeitura de Timon está finalizando o projeto de engenharia da drenagem e pavimentação completa da área de contribuição que é de 50 hectares, partindo do alto do bairro Pedro Patrício, até o CAIC, onde já estão sendo executados alguns serviços emergenciais. E em parceria com o Governo do Estado foi asfaltada a rua de acesso (Rua 17, do Bairro São Marcos).

Já até antevejo aquele prédio hoje deteriorado, servindo de abrigo para usuários de drogas, (a maioria vítimas da falta do seu funcionamento), daqui a algum tempo, totalmente renovado, cheio de adolescentes estudando em tempo integral, formando cidadãos e a comunidade vizinha em vez de incomodados, convivendo de várias formas, com as boas atividades ali desempenhadas.

Quero ver onde aqueles que eram detentores do poder local e estadual vão meter a cara! Para encobrir suas incompetências e falta de responsabilidade, diziam que o prédio estava  enterrado, que a culpa era minha. Vá lá hoje e veja se o prédio estava enterrado? Com os dois governos aliados (Socorro e Roseana) com dois deputados aliados do governo, um federal e outro estadual (Sétimo e Alexandre) deixaram o CAIC ser saqueado e nada fizeram. Ô raça ordinária! E ainda tem quem defenda! ...Pode ter certeza que os adversários e seus seguidores estão com ódio!!!

O CAIC vai voltar e sem sombra de dúvidas um ganho extraordinário para a população, um grande gesto do governador Flávio Dino e um gol de placa do prefeito Luciano e do deputado Rafael.

Chico Leitoa é engenheiro civil, ex-prefeito (dois mandatos), ex-deputado federal e ex-deputado estadual pelo Maranhão 



Nenhum comentário:

Postar um comentário