terça-feira, 14 de julho de 2015

Investigação impede quadrilha catarinense de assaltar agência do Banco do Brasil em Açailândia


Material apreendido com os suspeitos Diego do Nascimento e Hamilton Albino da Silva, em Açailândia

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar resultou, na madrugada desta terça-feira (14), na prisão de duas pessoas suspeitas de tentar assaltar uma agência do Banco do Brasil localizada no Centro do município de Açailândia, há 562 quilômetros de São Luís. As prisões ocorreram após meses de investigação sobre uma quadrilha especializada em assaltos a bancos oriunda de Santa Catarina.

Os policiais ficaram de campana nas proximidades da agência bancária durante a madrugada. Ao perceberem a aproximação dos suspeitos, Diego do Nascimento, de 30 anos, e Hamilton Albino da Silva, de 40, estes foram abordados. O carro da dupla também foi apreendido. No interior do veiculo foram encontrados três cilindros de gás, uma lixadeira, uma furadeira, um alicate de corte, além de outras ferramentas que poderia ser utilizadas para o arrombamento de caixas eletrônicos.

Diego e Hamilton fazem parte de uma quadrilha especializada em assaltos a banco oriunda de Joinville, cidade do interior de Santa Catarina. “A grande dificuldade de combater essa modalidade de crime é que a grande maioria das quadrilhas é interestadual, mas estamos trabalhando fortemente para inibir a atuação deles, principalmente, com a integração das polícias Civil e Militar de outros estados e a Polícia Federal”, explicou o delegado Thiago Bardal, titular do Departamento de Combate a Roubos a Instituições Financeiras (Decrif).

O delegado-geral de Polícia Civil do Maranhão, Augusto Barros, lembrou que o combate a essa modalidade de crime é uma das prioridades das forças policiais do Maranhão. “Estamos investindo no intercâmbio permanente com as outras forças policiais e em conhecer a metodologia dessas quadrilhas para inibir a atuação”, garantiu.

Produtos apreendidos pela polícia maranhense

Segundo a polícia, outras sete pessoas que estavam nas proximidades da agência também estariam envolvidas na tentativa de assalto. Elas fugiram logo que notaram a presença da polícia, mas foram detidas e levadas para a Delegacia Regional de Açailândia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário