segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Jovem é morto com tiro no peito na cidade de Caxias

Imagem meramente ilustrativa 
A vítima participava de um evento festivo, quando dois homens surgiram do meio da multidão, tendo desferido três disparos, mas só um tiro atingiu o tórax de Adriano

Durante a madrugada deste domingo, no Balneário Veneza, em Caxias, um jovem identificado como Adriano foi morto com um tiro no peito esquerdo. A vítima, em companhia de amigos, participava de um evento festivo, quando dois homens surgiram do meio da multidão, tendo desferido três disparos, mas só um tiro atingiu o tórax de Adriano. Ambos fugiram e a vítima foi socorrida e levada para o Hospital Geral Gentil Filho, de Caxias, mas não resistiu.

 O cadáver foi levado para o Instituto Médico Legal de Timon para as perícias internas. As autoridades policiais de Caxias investigam o crime e suas circunstâncias. (De O Imparcial).


Professora é morta após discussão entre neto e um jovem em Caxias (MA)

Maria Margareth tinha 58 anos 
Maria Margareth tinha 58 anos e foi morta com um tiro de arma de fogo

Uma professora conhecida como Maria Margareth, de 58 anos, foi assassinada no último final de semana, em Caxias, a 360 km de São Luís, após uma discussão entre o neto dela e um jovem que ainda não foi identificado pela a polícia.

Segundo informações dos policais, a vítima foi  atingida por um tiro de arma de fogo disparado durante um festejo que aconteceu no final de semana, no povoado Sambaíba, na zona rural de Caxias.

O enterro da professora, que lecionava há 17 anos no povoado Lagoa dos Pretos, foi no Cemitério São Benedito, onde amigos, parentes, alunos e colegas de profissão se reuniram para dar o adeus a docente.

A professora e amiga de Margareth, a também docente Égina Carvalho, afirmou que a vítima era uma pessoa muito presente em sua vida e a considerava como uma parente dela. “A Margareth era uma pessoa especial em minha vida porque em minhas dificuldades ela me ajudou muito. Ela era como uma pessoa da minha família”, lamentou. (Do G1 MA). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário