terça-feira, 1 de setembro de 2015

Andrea Murad volta a cobrar explicações de obras paralisadas no Maranhão

Deputada estadual Andrea Murad
A deputada de oposição Andrea Murad (PMDB) voltou a cobrar na tribuna as explicações sobre obras paralisadas do BNDES no Maranhão. Duas publicações com a lista de obras, informações detalhadas de cada Secretaria, empresa contratada e município de destino, foram encaminhadas para o governador Flávio Dino para que se pronuncie sobre as paralisações.

"O Governador, incrivelmente, não sabe nem a quantidade de obras financiadas pelo BNDES, às quais ele devia estar dando andamento. Ele ficou impressionadíssimo com o número de 500 obras e disse que era um disparate, mas disparate é ele disparar no Twitter o que ele não sabe e deixar o estado dessa maneira. Encaminhei para ele a relação das obras do BNDES, agora já tem a planilha em mãos, vai aprender a ler a planilha, vai entender e vai ter que nos dar uma satisfação. Só queremos que ele diga o que ele irá fazer com as 37 obras da Caema, 45 da Saúde, 08 da Funac, 159 da Secretaria de Desenvolvimento Social, 43 da Segurança Pública, 9 da Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária, 270 da Secretaria de Infraestrutura, 110 da Secretaria de Educação, 04 da Secretaria de Indústria e Comércio", disse Andrea Murad.

A parlamentar também repreendeu o discurso de governistas e disse que a realidade da Saúde no Maranhão se tornou um caos tanto para os usuários da rede, quanto para prefeitos que ficaram sem o custeio necessário do governo, como acontecia na gestão passada. E criticou a bancada que anteriormente lutava para que hospitais fossem construídos em suas bases eleitorais.

"Vi vários deputados aqui zangados com o ex-secretário de Saúde porque no seu município não pôde ser construído hospital, mas no município vizinho foi. A briga era por que não fizeram o hospital no seu município. Pior é Flávio Dino, como eu disse ontem, não compra nenhuma pinça e fica reclamando do governo passado. Não adianta ficar com lenga-lenga porque o fato é um só: os hospitais não são mais como antes, as UPAS não funcionam mais como antes e ponto final. Não há uma justificativa para equipamentos de milhões de reais estarem sendo destruídos nos hospitais pelos municípios afora, não há um motivo senão incompetência e descaso para o que está acontecendo nas Upas e nos hospitais do estado", discursou. Fonte: Ascom/Deputada Andrea Murad


Nenhum comentário:

Postar um comentário