segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Aumento no número de mortes na UPA deixa população de Timon apreensiva e assustada

A falta de bom atendimento na Unidade de Pronto Atendimento – UPA, em Timon, vem deixando a população bastante apreensiva. Segundo informações de pacientes que precisaram dos serviços de urgência naquela casa de saúde, falta estrutura mínima e até medicamentos vitais para tratamento básico de saúde.

Por conta disso, aumentou consideravelmente o número de óbitos na UPA de Timon, depois da gestão do governador Flávio Dino (PCdoB). Apesar de tudo, tem gente sentindo falta da gestão tão criticada e sem rumo de Ricardo Murad no Governo de Roseana Sarney ligado ao PMDB.   

A grande expectativa de melhoria na área de saúde não passou de um sonho frustado da população de Timon. Entra e sai governo e o povo continua sofrendo com a falta de compromisso dos gestores públicos que não respeitam o sentimento e a dor de quem procura atendimento médico. Muitas vezes, os pacientes ficam sem saber se é melhor ou pior morrer em casa ou na UPA? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário