terça-feira, 22 de setembro de 2015

TIMON: Reginaldo da Mata deixa o PP e diz que foi traído pelo deputado Waldir Maranhão

Reginaldo da Mata, ex-dirigente do PP de Timon 
O ex-secretário Municipal de Planejamento na gestão da ex-prefeita Socorro Waquim, atualmente administrador e empresário do ramo imobiliário Reginaldo da Mata, desde segunda-feira (21), não pertence mais aos quadros do Partido Progressista – PP, no município de Timon (MA). Segundo ele, os pedidos já foram protocolados junto à direção municipal do partido em Timon e, ao mesmo tempo, na Justiça Eleitoral.

Desta forma, Reginaldo da Mata deixa a sigla dizendo tê-lo ficado decepcionado com a falta de compromisso pela quebra de acordo politico assumido na semana passada pelo deputado federal Waldir Maranhão, presidente Estadual do Partido Progressista – PP. “Fiquei extremamente magoado e, sobretudo, decepcionado com o deputado Waldir Maranhão pela falta de compromisso sem levar em conta a minha fidelidade partidária ao longo de mais de 10 anos, inclusive, em algumas situações passando até por sacrifícios políticos”, desabafa Reginaldo da Mata.

 Ele citou, por exemplo, que a última prova de fidelidade partidária dada ao deputado federal Waldir Maranhão aconteceu em 2014, quando disputou uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão. “Em resumo: fiz todo tipo de sacrifício politico para conquistar votos para mim e para ele em Timon e várias outras cidades como Imperatriz, Caxias, Buriti, Matões, Dom Pedro, São Domingos e Santa Inês”, relembra o ex-dirigente do PP, Reginaldo da Mata.

Para ele, não há mais condições de continuar filiado ao PP depois de tanta imoralidade e de traição covardemente. "Até o dia 30 deste mês, estarei ingressando em outra sigla partidária em Timon", finaliza Reginaldo da Mata. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário