quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

“Querem mudar o foco do debate sobre o monopólio do transporte público em Timon”, diz Eliomar Feitosa

 Do Blog do Ludwig Almeida 

O advogado Eliomar Feitosa participou no início da tarde desta quinta-feira, 07, de um programa de rádio local onde rebateu factóides criados contra o deputado estadual Alexandre Almeida (PSD), na imprensa da capital. A matéria plantada nos meios de comunicação de São Luís afirma que o parlamentar poderia ficar fora da disputa eleitoral deste ano por supostas irregularidades em convênios com o poder público estadual. Eliomar esclareceu que Alexandre Almeida não responde a nenhum tipo de processo ou qualquer investigação e que as contas relativas ao Timon Junino, Beach Soccer e outros projetos já foram aprovadas pela secretaria estadual de Cultura.

O advogado afirmou que estão querendo tirar o foco das discussões do que está acontecendo hoje em Timon, no caso o debate sobre o monopólio da empresa Dois Irmãos na exploração do transporte público de passageiros e a proibição da empresa Timon City em continuar a prestar este serviço à população. “O que a população está efetivamente preocupada é exatamente com a finalização, a paralisação, dos serviços prestados e bem prestados pela empresa Timon City. Esta é hoje a grande preocupação da população de Timon e por isso o governo municipal fica tentando de todas as formas mudar o foco, abrir outro tipo de discussão, pra ver se a população esquece”, destacou Feitosa.

“É uma pena que o poder público municipal não tenha feito nada para impedir que a Timon City deixe de circular em Timon. E que fique claro que a ideia não é tirar a Dois Irmãos e deixar apenas a Timon City, a ideia é, e aí o prefeito poderia perfeitamente brigar por isso, admitir que a Dois Irmãos não atende de maneira suficiente e satisfatória a população e que seria necessária a presença de outra empresa”, explicou.


Eliomar Feitosa destacou ainda que é essa a luta da população, por concorrência, por ter mais opções em relação ao transporte público, “quanto mais empresas fizerem o transporte coletivo em Timon, melhor. Isso o prefeito não fez, essa bandeira o prefeito não assumiu e ele vai ter que pagar a conta desta sua omissão”, concluiu ele. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário