segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Teresina deve atrair mais 23 empresas e receber investimentos de R$ 64 milhões

A estimativa é que pelo menos 2500 novos postos de empregos sejam gerados

Secretário Fábio Nery 
Em 2016, estima-se que 23 empresas, beneficiadas por meio das Leis nº 2.528/97 e 4.410/2013, se instalarão tanto nos polos empresarias quanto fora deles em Teresina. Estes empreendimentos irão investir quase R$ 64 milhões na economia da cidade e vão gerar mais de 2.500 empregos novos.

Este quadro é resultado dos esforços empreendidos pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo para a cidade. Foram mais de doze mil teresinenses ocupados no setor de call center, recém incorporado ao mercado local. Esse trabalho fez com que Teresina fosse a campeã entre as capitais do país que mais geraram empregos em 2015 (janeiro a maio), de acordo com o ranking do CAGED/MTE, além de manter-se entre os principais municípios empregadores no decorrer desses anos.

A atração de investimentos para a capital fez com que os polos industriais Sul e Norte fossem melhorados e ampliados em sua infraestrutura com a realização de obras importantes para a operacionalização das empresas instaladas. O incentivo proporcionado no triênio resultou no apoio a 33 empreendimentos que juntos ofertaram mais de 15 mil empregos. Os investimentos dessas empresas estão calculado em R$ 429 milhões.

O potencial da cidade de Teresina para o turismo de negócio resultou na concretização do programa Viver + Teresina priorizando a divulgação organizada de atrativos, o envolvimento de parceiros do setor, a qualificação de pessoal específico, além de cooperação para integração do turismo na criação do MAPITO entre Teresina, São Luís e Palmas e da Revista Ride (Rede Integrada de Desenvolvimento da Grande Teresina) que apresenta o resultado de vários relatórios sobre as potencialidades turísticas da capital e dos municípios que compõem a Grande Teresina.

A visibilidade e o reconhecimento das ações da Secretaria resultaram na premiação de Município com maior evolução no índice geral de competitividade do turismo em 2014, e de Município com maior Evolução dos Aspectos Culturais promovida pelo Ministério do Turismo em parceria com SEBRAE e Fundação Getúlio Vargas.

O suporte às realizações desta gestão decorreu do aperfeiçoamento da legislação específica à atividade econômica e a política de benefícios e de incentivos fiscais com ampliação e criação de novas leis e da definição da política municipal de turismo. Para legitimar o encadeamento de ações para o desenvolvimento pretendido com o envolvimento e comprometimento da sociedade organizada foram instituídos o Fórum Permanente de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Teresina e o Conselho Municipal de Emprego de Teresina (COMETE).

Para o secretário da Semdec, Fábio Nery, estes resultados são o produto de muito trabalho, não somente da Secretaria, mas de diversos setores da Prefeitura, que de forma unida torna célere a realização dos projetos.

“Tudo isso começou quando o Prefeito decidiu focar na atração de investimentos, possibilitando a Semdec a atuar nessa área especificamente. Com a vinda das novas empresas e a massiva geração de empregos, estamos colhendo os frutos deste trabalho. Para 2016, continuamos com a política de trazer mais investidores para nossa cidade. Estamos com empresas em lista de espera para se instalaram na capital, aguardando somente regularização. Com isso nosso objetivo de gerar mais emprego e mais renda será alcançado”, declarou ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário