quarta-feira, 30 de março de 2016

Comissão de Educação discute situação da segurança nas escolas públicas do Maranhão



Na reunião desta quarta-feira (30), a Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia deliberou pela solicitação de uma reunião com o secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, para tratar sobre a segurança nas escolas públicas maranhenses. A Comissão também analisou pedidos de audiências públicas e de visitas em alguns municípios do estado.

Segundo o deputado Fábio Braga, presidente da Comissão, a situação da falta de segurança nas escolas públicas do Maranhão é uma preocupação do Parlamento Estadual, que tem buscado soluções para mudar esse cenário.

“É uma preocupação que nós temos no sentido de buscarmos soluções para esse problema que vem acontecendo nas escolas. Então, conversaremos com o secretário de Segurança, para que sejam tomadas medidas de reaparelhamento da segurança no estado e para aumentar esse efetivo que faz o patrulhamento nas unidades de ensino do Maranhão”, destacou.

A Comissão também deu andamento a alguns trabalhos que estavam parados, como a análise de pedidos de realização de audiências públicas e visitas dos membros da Comissão em algumas escolas públicas de municípios maranhenses.

COMISSÃO DE SAÚDE

A Comissão de Saúde também se reuniu nesta quarta-feira e, dentre os encaminhamentos, foi alterada a data da audiência pública solicitada pela deputada Valéria Macedo (PDT), para discutir a epidemia provocada pelo mosquito Aedes aegypti. A audiência estava marcada para o dia 29 de março e, agora, acontecerá no dia 5 de abril.

 Também foi aprovado o pedido do deputado Wellington do Curso (sem partido), para a realização de uma audiência pública com o tema “Os avanços e retrocessos da saúde no Maranhão: por uma saúde melhor”, marcada para o dia 20 de abril.

 “A sociedade maranhense precisa ser informada do que vem acontecendo na saúde do Maranhão. Por isso, consideramos de grande importância à realização dessa audiência para discutir os avanços e retrocessos”, afirmou Antônio Pereira, presidente da Comissão de Saúde.Fonte: Agência Assembleia






Nenhum comentário:

Postar um comentário