sexta-feira, 1 de abril de 2016

ALTO LONGÁ: Maciel Sindô abandona a oposição e se atira nos braços de Flávio do Teté

Flávio do Teté, Henrique César e Maciel Sindô juntos novamente no mesmo barco

Durante toda a semana ganhou dimensão negativa em Alto Longá (PI) a informação sobre a adesão do vereador Maciel Sindô (PP) ao grupo governista municipal liderado pelo atual prefeito Flávio do Teté (PTB) que lançará como pré-candidato a prefeito Henrique César (PSD), presidente reeleito da Câmara Municipal.  A boataria em torno desse assunto tomou de conta das rodas de bate-papo pelo fato de Maciel Sindô ter abandonado o barco da oposição e se atirado nos braços de Flávio do Teté para compor com Henrique César a cabeça de chapa, sendo o vice com vistas ao pleito deste ano.

O vereador Maciel Sindô até meados do ano de 2015 era ferrenho crítico dos desmandos administrativos da gestão do prefeito Flávio do Teté. De lá para cá, ele queimou a língua e entrou em processo de silêncio absoluto. Isso causou estranheza em seus próprios colegas parlamentares.

O grupo comandando por Maciel Sindô sofreu esta semana uma baixa grande com a saída do ex-prefeito e médico José Geraldo Vieira de Alencar e do ex-vereador e jornalista Beto Loyola. Eles não aceitaram a incoerência política de Sindô que fica enfraquecido pela perda das duas importantes lideranças políticas locais.

Como se sabe, a gestão de Flávio do Teté é a pior de todos os tempos, pois continua atrasando salários dos servidores públicos municipais e abandonou o setor de saúde pública. O Hospital José Vieira Gomes funciona precariamente sem medicamentos e poucos médicos para atender a demanda de doentes que procuram socorro na busca de soluções para os seus problemas de saúde.

Oposição forte


                                                            Empresário Belauto Bigode, do PR 



Agora, correm por fora outras duas pré-candidaturas para a Prefeitura de Alto Longá no âmbito da oposição, sendo a do empresário Belauto Bigode (PR) e do advogado Eduardo Sindô (PMDB), podendo ainda ocorrer à união desses grupos políticos. 

Advogado Eduardo Sindô, do PMDB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário