quinta-feira, 7 de abril de 2016

ALTO LONGÁ: Valdecy da Agricultura esclarece motivos de sua saída da base política de Flávio do Teté

Valdecy da Agricultura no PR 
O servidor público municipal e suplente de vereador por Alto Longá, a 84 Km de Teresina  (PI), Valdecy da Agricultura, esteve na redação deste Blog Ademar Sousa para esclarecer os verdadeiros motivos pelos quais deixou a base política do prefeito Flávio do Teté (PTB) na semana passada.  Segundo ele, a decisão tomada aconteceu por pressão de sua família que está apoiando desde o início de janeiro de 2016, a pré-candidatura do empresário Belauto Bigode (PR) na disputa pela Prefeitura de Alto Longá na oposição.

  “Diante disso, fiquei numa situação muito difícil sem poder ficar contra meus pais – Raimundo Ana Rosa e Dona Zezé e nem contra os meus irmãos - Evaldo Sousa, Ademar Sousa, Antônia Sousa, a Toinha e Rosa Sousa que decidiram apoiar Belauto Bigode. Neste sentido, acho que o ambiente familiar é um local onde deve existir harmonia, afetos, proteção e todo o tipo de apoio necessário na resolução de conflitos ou problemas de algum dos membros. As relações de confiança, segurança, conforto e bem-estar proporcionam a unidade familiar. Por isso, decidi respeitar a decisão e passei a acompanhar a minha família nesse novo projeto político de renovação para Alto Longá do futuro”, explica Valdecy da Agricultura.

Para ele, deixa de colaborar com o prefeito Flávio do Teté e seu grupo político sem rancor e nem mágoa do ponto de vista pessoal.  “Sempre tive uma boa relação respeitosa com o gestor  que administra Alto Longá pela segunda vez. Nunca tivemos diferença nenhuma. Mas, tenho o direito de seguir o meu caminho dentro da mais absoluta democracia. Cada eleição, é uma nova eleição e nessa vou ter que partir unido com a minha família que seguiu Flávio do Teté até bem pouco tempo e agora deseja mudanças optando por Belauto Bigode. Jamais ficarei contra a minha família, a base sagrada de qualquer cidadão de bem. Não tenho histórico de traição na minha vida humilde de servidor público com um trabalho voltado e reconhecido para o setor da agricultura em nosso município de Alto Longá”, argumenta Valdecy. 

RAIMUNDO ANA ROSA

Mais adiante, Valdecy da Agricultura lembrou que o seu pai Raimundo Ana Rosa, de 78 anos, comerciante e aposentado, vinha apoiando a família Arêa Leão sem votar contra desde 1972, quando votou para vereador em Pedro Henrique de Arêa Leão Costa, que depois se tornou duas vezes prefeito de Alto Longá. Pedro Henrique é pai do pré-candidato a prefeito Henrique César (PSD), apoiado pelo atual prefeito Flávio do Teté.

Comerciante Raimundo Ana Rosa e sua neta Gabryella Sousa


DECEPÇÃO

O suplente de vereador Valdecy da Agricultura disse ter ficado chateado com as agressões verbais desnecessárias e covardes feitas contra ele pelo vereador Djalma Cardoso que usou a tribuna da Câmara Municipal para proferir tal infâmia na última sexta-feira (01/04). “Até hoje nunca consegui entender porque o vereador Djalma Cardoso carrega tanto ódio de mim que sempre procurei atender bem a todos que me procuram. Talvez, seja inveja porque tenho o respeito e o carinho do povo e nunca enganei ninguém em beneficio próprio. Agora, ele não tem dignidade moral para atacar quem quer que seja, pois o seu passado talvez não resista a uma investigação policial”, disse Valdecy da Agricultura.

DOUTOR NECO

Valdecy da Agricultura acrescentou ainda que teve uma excelente parceria de trabalho e de amizade com o secretário Municipal de Agricultura, Doutor Neco, discutindo os problemas relacionados ao setor da agricultura em Alto Longá.

FILIAÇÃO NO PR

Na última sexta-feira (01/04), Valdecy da Agricultura deixou o PTB e passou a ingressar no PR, onde disputará uma vaga na Câmara Municipal de Alto Longá na eleição deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário