segunda-feira, 16 de maio de 2016

CRIME BÁRBARO EM TIMON: Jovem é estuprada e morta; mãe é ferida ao tentar proteger a filha

A jovem Maria Anielly da Silva Carvalho, 22 anos, e sua mãe, Elizabete da Silva Carvalho, 37 anos, foram gravemente agredidas na noite de domingo (15). Maria Aniely foi estuprada e morta e sua mãe ficou ferida durante uma tentativa de assalto no bairro Parque Alvorada, em Timon (MA). A informação do delegado Ricardo Herlon Freire,  da delegacia de Homicídios de Timon, é de que um homem tentou assaltar as duas, estuprou a moça e em seguida esfaqueou mãe e filha. A jovem morreu no local e a mãe foi encaminhada ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

De acordo com o delegado, a moça estava fazendo aniversário neste domingo e, por volta das 23h de ontem, saiu para procurar o pai, que não esteve presente na festa. No caminho, as duas foram abordadas por um homem armado com uma faca que tentou assaltá-las.

"Quando ele viu que elas não tinham nenhum pertence, ele forçou a jovem a fazer sexo. Tudo isso aconteceu na rua, próximo à agência dos Correios da cidade. Nesse momento, ela teria tentado chutar a faca da mão dele, para a mãe pegar, mas ele foi mais rápido. A mãe tentou proteger a filha, mas ele ainda coseguiu atingir as duas", informou.

Anielly foi ferida com quatro facadas na região do peito e a mãe recebeu golpes no rosto e também no tórax.

Segundo o escrivão Severino Neto, da delegacia do 2º Distrito, os familiares da vítima ainda não foram ouvidos e não há muitos detalhes sobre o suspeito. A única informação fornecida pela mãe é de que o autor do crime mora na região e ela já teria visto o homem pelo bairro, mas não sabe seu nome.


Parentes da vítima estiveram no IML na manhã desta segunda-feira (16), aguardando a liberação do corpo da jovem.

O autor responderá por homicídio, tentativa de homicídio e estupro, descrito no artigo 213 do código penal como "constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso".

"Ele não satisfeito em ceder aos instintos sexuais, ainda matou a moça, foi um crime bárbaro e cruel", declarou o delegado. Fonte: Cidade Verde

Nenhum comentário:

Postar um comentário