domingo, 25 de setembro de 2016

Protesto de professores deixa Flávio Dino em situação desconfortável em Timon


O governador Flávio Dino veio a Timon neste sábado (24), para participar de uma caminhada da campanha do candidato à reeleição Luciano Leitoa (PSB), mas a recepção não foi à esperada. A caminhada contou com presenças que causaram desconforto ao governador comunista, professores do Estado realizaram protesto por melhores salários, segurança e melhores condições de trabalho.

Com uma gestão desgastada, nestas eleições municipais o governador Flávio Dino tem viajado bastante tentando dar um reforço maior aos seus aliados políticos nos principais municípios do Maranhão, porém o gestor tem enfrentado diversos protestos por todas essas suas andanças e vem sentindo na pele índices de popularidade cada vez menores.

Os professores estaduais em Timon cobram reajustes salariais de 11,36%, para que assim o Governador cumpra com a Lei do Piso Nacional do Magistério, além disso, eles exigem melhores condições de segurança nas escolas e melhor estrutura.

Teto desabou

Não custa relembrar que no dia 03 de agosto deste ano, um dia antes de uma visita do governador Flávio Dino à Timon o teto da escola Estadual Artur Costa e Silva, no bairro Parque Alvorada, desabou ferindo dois alunos do turno da noite.



Nenhum comentário:

Postar um comentário