sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

TERESINA: Restauração do Mercado Central já está 90% concluída

A obra está sendo realizada em etapas para não prejudicar os vendedores


A obra do Mercado São José, mais conhecido como Mercado Central está quase pronta. Com 90% da restauração já concluída, a expectativa da administração municipal é concluir os trabalhos em até 90 dias. A obra está sendo realizada em etapas para não prejudicar os vendedores que comercializam no local e não ser necessária a remoção dos mesmos enquanto seguirem os trabalhos.

Nessa etapa, a obra está incluindo o setor de artesanato, mas outras etapas ainda serão incluídas.  "A Prefeitura está preparando a segunda etapa, que corresponde à reforma do setor de cereais e a fachada leste da rua Riachuelo. Esta segunda etapa ainda está em fase de elaboração de projeto para, posteriormente ser licitada", comenta o engenheiro Jeferson Oliveira, da Sdu Centro-Norte, que acompanha as obras.

O engenheiro esclarece que o setor de artesanato do Mercado Central ganhou boxes mais modernos, "desmontáveis". "Após a conclusão da obra iremos trazer os permissionários novamente para dentro do Mercado. Todos os que hoje estão alojados tanto no restaurante popular bem como na parte externa vão retornar para os seus locais definitivos. Esta é a nossa expectativa. Os novos boxes são fixos, mas permitem serem desmontados com mais rapidez em caso de necessidade. São boxes que foram planejados, estudados e discutidos com os permissionários", explicou.

Toda a estrutura interna do Mercado está sendo restaurada preservando as características originais da arquitetura. As colunas do local foram reforçadas, respeitando o formato e dimensões originais bem como as madeiras do teto, que foram feitas sob medida, no padrão original. "A obra no Mercado Central não é uma obra comum. Trata-se de uma restauração, ou seja, como aquele prédio faz parte do patrimônio cultural de Teresina, os procedimentos adotados durante a obra têm sido os mais cuidadosos porque estamos trabalhando com paredes muito antigas e que necessitam de um cuidado todo especial", afirma Jeferson.

Internamente o Mercado já recebeu novo piso e acabamentos, bem como obras de acessibilidade e melhorias na fiação elétrica, hidráulica. Foi recuperada também a estrutura original das paredes do prédio, que teve suas obras de edificação iniciadas no século XIX, por volta de 1854, nos primórdios da implantação da própria cidade pelo Conselheiro José Antônio Saraiva. O valor total da obra é de R$ 2.8 milhões, sendo que R$ 1,8 milhão é contrapartida da Prefeitura e R$ 975 mil é contrapartida do Governo Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário