segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

TIMON: Mutirão de combate ao Aedes aegypti chega ao Parque Piauí



A Secretaria Municipal de Saúde em parceria com outros órgãos da administração municipal realizaram na manhã deste sábado (28/01) o terceiro Mutirão de limpeza, inspeção e sensibilização contra a Dengue, Chicungunya e Zika Vírus de 2017.

De acordo com o dados do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti (LIRA) divulgado no final de 2016 pelo Ministério da Saúde, o município de Timon se encontra na zona satisfatória de incidência do mosquito.

O secretário municipal de Saúde, Marcio Sá, explica que com o trabalho realizado pelos mutirões sistemáticos o município de Timon conseguiu reduzir a incidência do mosquito e, consequentemente, das doenças causadas por ele. “Estamos abaixo do índice de 1% indicado pelo Ministério da Saúde.
As equipes estiveram no bairro Parque Piauí II, na região da Rua 30. A dona de casa Maria de Jesus abriu a porta da sua casa e ficou satisfeita com a visita que não encontrou focos do mosquito.



“Eu acho muito importante esse trabalho, porque toda hora a gente ouve sobre o perigo dessas doenças. Aqui em casa tomamos cuidado e meu irmão sempre mantém o quintal limpo”, afirma. Já na casa vizinha, foram encontrados focos do mosquito. “Todo mundo tem que fazer a sua parte porque se eu limpo e meu vizinho não limpa todos podem ser prejudicados”.

O agende de endemias, Marcos Antônio, que atua na área do Parque Piauí diz que os índices na região diminuíram muito depois que os mutirões começaram. “Depois dos mutirões até os moradores que tinham resistência agora deixam as equipes entrarem em suas casas sem problemas”, afirma.
O funcionário da Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), Rubens Lima, alerta que a maioria dos focos são encontrados em quintais. “São casa que ficam em terrenos grandes que não recebem a limpeza adequada”.

Em 2016, o Mutirão esteve em 16 bairros de Timon apontados pela Secretaria de Saúde após um levantamento sobre a doença no município. Em 2017 já foram visitados os bairros Parque Piauí I, Parque Piauí II e Mateuzinho. Para os próximos meses o Mutirão deve atuar no Flores, Planalto Formosa, Bela Vista, São Marcos, Cidade Nova e Cajueiro e em mais um trecho do Parque Piauí.


Panfletagem em Timon lembra o Combate à Hanseníase


A cada último domingo do mês de janeiro é celebrado o “Dia Mundial de Combate à Hanseníase”, neste ano de 2017, o dia para reforçar o compromisso global em eliminar a doença foi 29/01. Instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o objetivo é conscientizar a população na luta contra a doença, principalmente nos países endêmicos.

Para lembrar a data, em Timon, a Secretaria Municipal de Saúde; por meio da Coordenação de Epidemiologia – englobando o Núcleo Municipal de Educação em Saúde e a Coordenação de Hanseníase, em parceria com os Agentes Comunitários de Saúde e MORHAN; realizou nesta segunda-feira (30/01), uma panfletagem no Mercado da Formosa.

“A iniciativa visa mobilizar a todos no sentido de aumentar a atenção na área de prevenção, educação e controle da doença, que diagnosticada precocemente é mais fácil de se adquirir a cura, mediante o tratamento adequado”, destacou Itelmária Escócio, coordenadora de Epidemiologia de Timon.

A HANSENÍASE

A hanseníase é doença infectocontagiosa crônica, causada pelo Mycobacterium leprae. Apresenta múltiplas formas, as quais se manifestam por diferentes tipos de lesões na pele. A característica mais importante dessas lesões é a diminuição da sensibilidade nas mesmas, devido ao acometimento de terminações nervosas livres e/ou troncos nervosos.

O diagnóstico da doença é clínico e pode ser complementado pela pesquisa do bacilo na pele. A identificação precoce da doença pode levar à cura com tratamento realizado com poliquimioterapia (PQT). Caso o tratamento seja tardio, podem ocorrer sequelas e incapacidades físicas. Os medicamentos e a assistência médica são fornecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Fonte: Ascom/Sems 



Nenhum comentário:

Postar um comentário