sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Timon: Reajuste salarial dos professores só é aprovado na Câmara com o apoio da oposição



Uma vitória dos vereadores de oposição em Timon nestes últimos dias. A Lei Complementar Municipal nº 046 que reajusta de forma retroativa o piso salarial dos professores de Timon em 7,64%, onde o salário-base passa dos atuais R$ 2.135,64 para R$ 2.298,80, respeitando a determinação do Ministério da Educação (MEC), só foi aprovado na Câmara com a contribuição dos vereadores de oposição. Sem os dois terços necessários para a aprovação dessa Lei, foi necessário um vereador da base governista manter diálogo com os de oposição e pedir para que estes o ajudassem.

Segundo informações colhidas pelo Blog do Ludwig, esse projeto teria chegado um dia antes da votação em plenário da Câmara de Timon e a oposição só tomou conhecimento às 8 horas da manhã do dia seguinte. E quando chegou ao plenário, o vereador Jair Mayner ficou responsável de manter o diálogo onde pediu que os oposicionistas votassem pela aprovação do aumento salarial dos professores de Timon.

Ouvido pelo blog sobre essa vitória da oposição, o vereador Anderson Pêgo comemorou. "Apesar de o prefeito ter a maioria só foi possível a aprovação do aumento dos professores e demais servidores da Educação com o apoio da oposição. Isso mostra que não fazemos oposição por fazer. Mostra ainda que estamos certo  e que eles não conseguem governar sem a oposição. E só temos a lamentar porque o prefeito deu apenas o piso salarial e não nos deu a oportunidade de debater melhor a matéria para que houvesse um aumento maior".

Nenhum comentário:

Postar um comentário