quarta-feira, 5 de abril de 2017

TERESINA: Greve no comércio dia 28 contra a terceirização e as reformas da previdência e trabalhista


O comércio de Teresina, juntamente com toda classe trabalhadora, vai parar no dia 28 de abril com a greve geral em protesto contra a terceirização e as reformas da Previdência e Trabalhista. A declaração é do secretário geral do Sindicato dos Comerciários, Gilberto Paixão, afirmando que é somente nas ruas que estes projetos do governo ilegítimo serão derrotados.

De acordo com Paixão, a terceirização da atividade-fim, aprovada e já sancionada pelo governo, fragiliza a organização sindical, além de condenar os trabalhadores e trabalhadoras a viverem de “bico”, sem nenhuma segurança em relação ao trabalho e aos direitos básicos, como férias, décimo terceiro, jornada de trabalho, descanso remunerado, horas extras, entre outros direitos fundamentais, conquistados após décadas de lutas.
Gilberto Paixão, do Sindcom/Teresina 
“Esta paralisação nacional, com a participação histórica de todas as centrais
sindicais, é para denunciar a reforma da Previdência, que pretende acabar com a aposentadoria, e a reforma Trabalhista, que rasga a CLT e gera o trabalho precário”, disse o secretário geral do Sindicato dos Comerciários de Teresina.

Segundo Gilberto Paixão, cada dia se agrava a crise institucional e política do
país, envolvendo denúncias de corrupção de ministros do governo golpista e de parlamentares da base aliada, delações premiadas de empresários, além do desmonte das políticas de proteção social e a privatização de estatais e bancos públicos. “Por isso, a classe trabalhadora é a principal vítima do golpe imposto pelas forças conservadoras. Em resposta, vamos todos às ruas no dia 28 de abril repudiar a retirada de direitos e lutar por nenhum direito a menos”, finalizou. Fonte: Sindcom 


Nenhum comentário:

Postar um comentário