terça-feira, 11 de abril de 2017

TIMON: Profissionais recebem treinamento para Campanha contra Influenza


Enfermeiros, Técnicos de enfermagem e Agentes Comunitários de Saúde passaram por treinamento nesta segunda-feira (11), para um alinhamento sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que será lançada no município no próximo dia 17 deste mês.

O treinamento é de responsabilidade do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Timon. Durante a capacitação foram abordados temas como mudanças no calendário de vacina, protocolo de atendimento, tratamento e atual situação do município e região.

 “O trabalho é um reforço aos profissionais de Saúde e sobre a forma correta de tratar o problema. Este tipo de trabalho é feito rotineiramente, mas intensificado em períodos de campanha e épocas do ano em que todos os tipos de gripe encontram mais facilidade para proliferação”, destacou Itelmária Escórcio, diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica do município.


A campanha de vacinação contra a Influenza – H1N1 terá início no dia 17 de abril e segue até o dia 26 de maio, e o dia D será realizado no dia 13 de maio. O objetivo é reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo para a vacinação.






Saúde entrega repelentes para gestantes

Secretário Municipal de Saúde, Márcio Sá, em meio às mulheres gestantes 

Nesta terça-feira, 11, a Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Regional de Saúde de Timon, fez a entrega de repelentes às gestantes do bairro Vila Bandeirantes. Ao todo, são mil repelentes que serão distribuídos nas Unidades Básicas de Saúde do município.

“Estamos enfrentando o mosquito Aedes aegypti, com mutirões aos sábados, as visitas de rotinas na semana dos Agentes Comunitários de Endemias e também com preocupação com as gestantes do nosso município. Por isso, conseguimos através de grande parceria com a Regional de Saúde, mais de mil unidades de repelentes para as nossas grávidas, que hoje recebem esse material para que possam estar se protegendo contra o mosquito que pode causar a microcefalia”, relatou Marcio Sá, secretário de Saúde de Timon.

A distribuição gratuita é o  cumprimento do Decreto nº 8.716, de 20 de abril de 2016, que instituiu o programa de prevenção e proteção individual  para gestantes em situação de vulnerabilidade contra o Aedes aegypti. O principal objetivo é prevenir a microcefalia e outras complicações provocadas por esses vetores.

Tem direito a vacinas os grupos de alto risco. Dentre eles, crianças menores de cinco anos, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas, lactantes até 45 dias após o parto e trabalhadores de saúde. Fonte: Ascom/Sems  



Nenhum comentário:

Postar um comentário