segunda-feira, 19 de junho de 2017

Jovem morta a tiros por tenente do Exército em Teresina (PI) morava em Timon (MA)

Mãe da jovem Iarla Lima Barbosa, de 25 anos, assassinada pelo namorado tenente do Exército: 'levaram um pedaço de mim'

Iarla Lima Barbosa, de 25 anos, morta a tiros pelo namorado em Teresina 

Bastante abalada, a mãe da jovem Iarla Lima Barbosa, de 25 anos, assassinada pelo namorado na madrugada desta segunda-feira(19), foi à Delegacia de Homicídios prestar depoimento. A estudante de Arquitetura foi morta dentro do carro do namorado, o tenente do 2º BEC, José Ricardo da Silva Neto, 22 anos, quando deixavam um pub, na avenida Nossa Senhora de Fátima. A irmã dela, Ailana Lima Barbosa e uma amiga Joseane Mesquita também ficaram feridas. O namorado teria confessado o crime à polícia.

Professora Dulcinéia Lima da Silva, mãe da jovem assassinada pelo Tenente do Exército 
A professora Dulcinéia Lima da Silva disse que "está sem chão" diante da morte da filha. “Levaram um pedaço de mim. Como é que eu vou viver agora?", lamenta a mãe, que mora em Governador Eugênio Barros (MA), cidade natal da vítima (distante 203 km de Teresina).

Dulcinéia conta que a filha começou a namorar o tenente do exército recentemente, no dia 12 de junho, Dia dos Namorados.

Iarla contou à mãe que conheceu o rapaz na faculdade - onde ela fazia Arquitetura e ele, Direito - e que ele havia pedido ela em namoro. O tenente chegou a dar flores para Iarla para que ela aceitasse o pedido.

"Ela ficou logo encantada. Disse que ele era gentil, respeitador e que ia aceitar sair com ele", conta a mãe.                       

Iarla morava com a Irma, Ailana Lima Barbosa, 22 anos, que também foi atingida por um disparo de raspão na cabeça, efetuado pelo tenente. Elas moravam em Timon (MA).

A mãe relembra a última conversa que teve com a filha. Foi na noite de ontem, às 23h, através do aplicativo do Whatsapp, mandou uma foto de uma brincadeira e a filha sorriu. A conversa encerrou com um "eu te amo, meu amor", dito por Iarla à Dulcinéia.



A professora informou que Ailana ainda está hospitalizada e teve que ser sedada. Ela disse que o velório e enterro de Iarla será na cidade natal delas Governador Eugênio Barros (MA). (Com informações do Portal Cidade Verde). 

Tenente do 2º BEC, José Ricardo da Silva Neto, assassino  da jovem em Teresina 

Um comentário:

  1. Infelizmente o destino encerrou um encontro que tinha tudo para dar errado, segundo premonições ditas em entrevistas pela genitora da moça, um psicopata e serial killer estava à solta, pronto para matar,não só a ela, mas sua irmã, sua amiga, e olhe lá, talvez até a família toda, pena é que não vai dar em nada, lembrem do caso Fernanda Lages.

    ResponderExcluir