quinta-feira, 20 de julho de 2017

Classificados da Guarda Municipal de Teresina serão convocados em seis meses


Após decisão tomada em sessão plenária desta quinta-feira no Tribunal de Contas do Estado (TCE), em até seis meses, todos os 207 classificados do concurso da Guarda Municipal já deverão estar atuando. Segundo a Procuradora Geral do Município, Geórgia Nunes, a conciliação proposta pela Corte de Contas será atendida pela Prefeitura de Teresina.

A procuradora geral lembrou que o prefeito Firmino Filho já havia manifestado o interesse nas convocações e que a proposta foi levantada em audiência pública realizada no dia 12 de junho. “Dessa forma, vamos convocar todos os concursados conforme prometido à Corte, em especial por também se tratar de interesse da gestão. Algo, inclusive, que já vinha sendo implementado pela Prefeitura, com convocações mensais de dez guardas”, pontuou.

A administração municipal já vem convocando os classificados de forma gradativa, obedecendo à disponibilidade orçamentária e financeira do município. Com a oferta de 50 vagas, o concurso foi realizado em cinco etapas classificatórias e eliminatórias, incluindo o curso de formação. Após a conclusão do processo, 207 pessoas ficaram classificadas.

De forma imediata, o prefeito Firmino Filho convocou 100 aprovados, que iniciaram sua atuação nos parques da cidade, como Lagoas do Norte, Parque da Cidadania, Parentão e os Centros de Esportes Unificados (CEUs), Norte e Sul. Como parte da expansão do trabalho, novos Guardas foram convocados e já estão atuando nas praças do Centro de Teresina, como Praça da Bandeira, Praça do Fripisa e Praça Rio Branco.


Secretário Samuel Silveira 

O secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira, destacou que o cuidado da Prefeitura com a Guarda é constante, sobretudo, por se tratar de uma estrutura pioneira na administração municipal. “A nossa perspectiva é de buscar essa nomeação o mais rápido possível, como já estávamos fazendo. A nossa proposta é fazer com que a Guarda possa colaborar com a política da Prefeitura de criar espaços públicos seguros, onde a população como um todo frequenta, a exemplo dos parques e praças”, pontuou. Fonte: Semcom 


Nenhum comentário:

Postar um comentário