quinta-feira, 6 de julho de 2017

Depois de ter sido sacaneado por Flávio Dino, Danísio Marabuco deixa o PCdoB de Timon

Danísio Marabuco e Flávio Dino, quando eram "amigos"

O ex-vice-prefeito, médico e advogado Danísio Marabuco havia confidenciado ao editor chefe deste Blog Ademar Sousa, no início desta semana, que estava providenciando a desfiliação do Partido Comunista do Brasil – PCdoB, de Timon, em razão de sua demissão sem justa causa da direção geral do Hospital Alarico Nunes Pacheco por critérios políticos influenciada junto ao governador Flávio Dino (PCdoB) supostamente pelos líderes da família Leitoa, sendo eles, o prefeito Luciano Leitoa (PSB) e o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT), líder da bancada governista na Assembleia Legislativa do Maranhão. De fato e de direito, aconteceu nesta quinta-feira (6/7) a desfiliação de Danísio Marabuco, do PCdoB, conforme prevista passando a ser oposição ao Governo de Dino.

 Neste sentido, o ex-comunista Danísio Marabuco foi “companheiro” de Flávio Dino desde sua primeira investida rumo ao Palácio dos Leões, em 2010, inclusive, numa época em que o hoje todo poderoso “chefão” precisava de “vaquinha” para continuar o seu percurso pela Região dos Cocais. Em resumo: era tempo de vacas magras e de choradeira do fiel escudeiro de Flávio Dino, o atualmente importante secretário de Comunicação e de Assuntos Políticos do governo comunista, Márcio Jerry, que discrimina a imprensa alternativa das mais diferentes regiões do Maranhão, entre sites, blogs e emissoras de rádios comunitárias. Antes ele vivia batendo nas portas das rádios e de pequenos sites e blogs desesperado por mídia para divulgar o projeto comunista que persegue em dias atuais adversários e inimigos do chefão do PCdoB maranhense.

Por conta disso, o ex-vice-prefeito de Luciano Leitoa, Danísio Marabuco encaminhou nota a redação deste Blog, relatando sua decisão tomada hoje (06/07). Leia na íntegra o texto:

NOTA

“DESFILIAÇÃO PARTIDÁRIA. Ciente da minha responsabilidade política e social, perante a opinião pública maranhense, comunico aos dialetos eleitores, amigos e correligionários que, hoje, 06/07/2017, oficializei a minha desfiliação do Partido Comunista do Brasil, conforme documentos, em anexo, apresentados ao presidente municipal do PCdoB e ao eminente Juiz  Eleitoral da 19ª  Zona Eleitoral, em Timon (MA)”. Atenciosamente, Danísio Marabuco.

.

Um comentário:

  1. Certíssimo! Larga este mala deste governador! Eu fui aliado dele desde 2006 quando se candidatou a deputado, inclusive bancando finaceiramente.Ele sempre falava pra mim: não esquecerei quem esteve comigo desde o inicio! Só conversa, é um mau caráter.

    ResponderExcluir