terça-feira, 22 de agosto de 2017

Assembleia Legislativa aprova nove vetos do governador W. Dias em votação polêmica


Nove vetos apresentados pelo governador Wellington Dias a Projetos de Lei foram aprovados na sessão de hoje (22) em votação polêmica. Os deputados Robert Rios (PDT) e Marden Menezes (PSDB) chegaram a pedir a retirada dos vetos da Ordem do Dia e o deputado Wilson Brandão (PSB) disse que “ou a Comissão de Constituição e Justiça tem sido complacente com as matérias em tramitação na Casa ou o chefe do Poder Executivo é rigoroso na análise dessas proposições, terminando por vetá-las”. Os vetos foram aprovados por maioria de votos.

O deputado João de Deus (PT), líder do Governo, defendeu a votação das matérias e a aprovação de veto ao Projeto de Lei do deputado Robert Rios que impedia a inauguração de obras inacabadas no Piauí. “Um hospital não pode deixar de ser inaugurado só porque a sua UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) ainda não está pronta”, acrescentou ele. Ao defender o Projeto de Lei de Robert Rios, o deputado Dr. Pessoa (PSD) afirmou que o veto à matéria era “falta de vergonha”. O veto foi aprovado por 13 votos a favor, 11 contrários e um voto em branco.

O deputado Evaldo Gomes (PTC), também, defendeu a votação dos vetos, afirmando que alguns deles tinham sido enviados há vários meses à Assembleia Legislativa. Atendendo solicitação de Marden Menezes, o presidente do Poder, deputado Themístocles Filho (PMDB), retirou da Ordem do Dia o veto do governador a Projeto de Lei de sua autoria que regulamenta o funcionamento das academias de ginástica no Estado.

APROVAÇÃO – Os deputados Mauro Tapety (PMDB), Liziê Coelho (PTB) e Georgiano Neto (PSD) anunciaram o resultado da votação. Vetos aos Projetos de Lei que dispõem sobre uso da biometria na identificação de recém-nascidos, sobre a inclusão da dosagem de vitamina D nos exames médicos feitos em unidades estaduais de saúde, gratuidade do exame de anemia equina no Piauí e a isenção na cobrança de taxa de iluminação pública foram aprovados por 20 votos a favor, quatro contrários e um em branco.

Dezoito parlamentares votaram a favor, dois em branco e cinco contra ao veto parcial do veto do governador ao Projeto de Lei que regulamenta o serviço de transportadores de bagagens dos terminais rodoviários, enquanto 19 votaram a favor, um em branco e cinco contra veto parcial ao Projeto de Lei que regulamenta o processo administrativo nas repartições públicas do Estado.

Também, foram aprovados vetos parciais aos Projetos de Lei que tratam sobre o Plano de Carreiras e Remuneração dos Servidores do Poder Judiciário do Piauí e ao que autoriza o Poder Executivo a vender terras públicas, incluindo imóveis desapropriados por interesse social, a preços subsidiados visando o desenvolvimento social e econômica do Estado. As duas matérias receberam,respectivamente, 16 votos a favor, 7 contrários e dois em branco e 17 votos a favor, seis contrários e dois em branco. Fonte: Alepi 

Nenhum comentário:

Postar um comentário