terça-feira, 15 de agosto de 2017

MA: Deputado Rubens Júnior repudia fechamento da agência do Banco do Brasil em Parnarama


Deputado federal Rubens Júnior (PCdoB/MA) 

O deputado federal e coordenador da Bancada do Maranhão no Congresso Nacional, Rubens Junior (PCdoB), repudiou, no plenário da Câmara dos Deputados, o fechamento de mais uma agência do Banco do Brasil no Maranhão, dessa vez, no município de Parnarama. “Este é o pacote de sucateamento dos serviços públicos em curso no país, inclusive do Banco do Brasil, onde várias agências já foram fechadas no estado”, declarou.

O parlamentar destacou que esta é a única agência do Banco do Brasil na cidade, e o fechamento foi anunciado quase no mesmo tempo que a agência da cidade vizinha, Matões – fechada em razão de uma explosão –, voltará a funcionar apenas como posto de atendimento.

“Isso traz transtornos para economia local, pois diminui a circulação de dinheiro, e traz prejuízos para muitas pessoas, que terão que ir até Teresina, no Piauí, para resolver questões bancárias”, disse Rubens. Ainda segundo o deputado, a medida adotada pelo Banco do Brasil não é compatível com o tratamento esperado. “Temos uma reunião marcada na sexta-feira (18) com a superintendência do Banco do Brasil, aonde vamos mais uma vez repudiar o fechamento das agências bancárias no estado do Maranhão, e garantir que aquelas onde existem, continuem prestando os serviços”, anunciou.

Desmonte do Banco do Brasil no Maranhão

Em junho, o deputado federal Rubens Junior denunciou o desmonte do Banco do Brasil nos municípios maranhenses. “São enumeras agências fechadas, outras que não reabrem, falta dinheiro nos caixas eletrônicos, dificuldade para liberar os depósitos judiciais para precatórios”.

Entre as agências que não reabriram, o deputado citou as de Matões, Lima Campos e Eugênio Barros. Já as que fecharam, estão a Deodoro (em São Luís), Parque das Nações (em Açailândia), e Praça da Cultura (em Imperatriz). “Resolveram que a culpa da crise é o número de agências e por isso, resolveram fechar”, disse Rubens Junior.

Segundo o deputado, o pouco dinheiro nos caixas eletrônicos prejudica principalmente as cidades turísticas do Maranhão, como Barreirinhas, na região dos Lençóis Maranhenses e Carolina, na Chapada das Mesas.

Ainda de acordo com o parlamentar, o Governo do Maranhão dá total exclusividade ao Banco do Brasil, além de ter criado, nesta gestão, o Departamento de Roubo a Banco, localizado na Superintendência de Investigações Criminais da Polícia Civil (Seic), forma constantemente policiais militares no Comando de Operações e Sobrevivência em Área Rural (Cosar), que combatem crimes a bancos. “Porém o Banco do Brasil não retribui o povo do Maranhão da forma que merece. Fica o nosso repúdio à piora do serviço da instituição, principalmente no último ano”, finalizou.






Nenhum comentário:

Postar um comentário