segunda-feira, 28 de agosto de 2017

MA: Prefeito cria órgão privativo do Estado

Em Brejo, José Farias de Castro cria secretaria de Segurança Pública


Prefeito José Farias 

O artigo 144 da Constituição da República Federativa do Brasil é claro: "segurança pública é um dever de Estado", mas no município de Brejo-Maranhão, no Baixo Parnaíba, o prefeito municipal José Farias de Castro, do PMDB, nascido na bela cidade piauiense de Esperantina, certamente nunca leu a chamada "Carta Magna" do seu pais. Fugindo completamente do padrão das gestões lúcidas e contemporâneas, encarnou provavelmente o espírito do presidente do Congresso Nacional, campo legal para se cuidar de alguma mudança nessa área, e criou, num ato além de tudo hilário, uma Secretaria de Segurança Pública do Município.

O fato já frequenta as rodas de políticos em São Luís, conhecidos pela espiritualidade na elaboração de piadas. Castro estava atormentado com as pressões do aliado Pedro Nunes, que a todo momento mostrava o seu inconformismo com a pouca representatividade da assessoria que ocupava e exigia algo mais pomposo. Farias, que não tem essa genialidade toda, dormiu, sonhou e acordou com a solução absurda: criar uma secretaria de Segurança.

Enquanto atrasa salários, destrói uma praça histórica que fazia parte do patrimônio cultural do município, o prefeito de Brejo, pressionado, cria secretarias e mais secretarias. Enquanto isso, pega o valor de um salário mínimo e divide para duas , três pessoas. (Com informações do Blog do Feitosa Costa). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário