terça-feira, 26 de setembro de 2017

MA: Mil dias de “carona”


Governador Flávio Dino  (PCdoB/MA)

O governo Flávio Dino (PCdoB) distribuiu matéria paga em jornais, durante o fim de semana, para anunciar cerca de 500 obras em mil dias de governo – que ele completa nesta terça-feira, 26. Mas basta uma leitura mais detida para se ver que, nestes quase três anos de mandato, o que Dino tem a mostrar são apenas continuidades de obras do governo anterior. Detalhe: este mesmo governo anterior deixou R$ 2 bilhões em caixa, exatamente para que Dino concluísse tais obras.

É uma comemoração do nada, portanto. Afinal, não há nenhuma obra relevante licitada, contratada, iniciada e concluída toda no governo Flávio Dino, exceção feita aos serviços de tapa buraco, obra de prefeitura do interior.

As escolas que Flávio Dino anuncia como obra do seu governo são projetos oriundos do anterior. As estradas que Dino ora entrega como sendo suas, foram licitadas e contratadas no governo Roseana. Os serviços de saúde entregues por Flávio Dino são obras do programa “Saúde é Vida”, o maior no setor já lançado no país.

Flávio Dino pouco tem a comemorar nestes três anos como marca do seu governo; apenas se aproveita do que herdou e dos recursos que ele usa de forma equivocada. São mil dias de “carona” em projeto alheio.

E o Maranhão acreditou na mudança.

Coluna Estado Maior

Nenhum comentário:

Postar um comentário