sexta-feira, 13 de outubro de 2017

TIMON: A Verdadeira História do Campo do Cruzeiro

Por Ubiratan Machado, o Bira


Ex-atleta Ubiratan Machado, o Bira (ao microfone durante a solenidade no Campo do Cruzeiro) 
No final da década 60, o Senhor Raimundo Alves Machado, popularmente conhecido como o “Seu Machado”, pai do jovem Ubiratan Machado (Bira), comprou no bairro Parque Piauí, em Timon (MA), um terreno numa área que se chamava naquele tempo de quadra devido à grande dimensão localizado na rua 11 entre as ruas 20 e 30. Daí, Ubiratan e seus amigos sentindo a falta de espaço para a prática do esporte logo resolveram fazer a limpeza da quadra de terra em regime de mutirão transformando-a em um campo de futebol. Com isso, o campo passou a ser o local mais indicado para lazer no bairro Parque Piauí, sendo palco de diversos campeonatos entre vários times da região. Mais tarde, na metade da década de 70, o terreno foi vendido para particular.

                                                Ato de inauguração do Campo do Cruzeiro

Na ausência do Campo do Bira, como era chamado naquela época. Sem outra alternativa de imediato, fomos obrigados a procurar outro terreno disponível. Não demorou muito tempo, encontramos um terreno na rua 12, entre as ruas 40 e 50, pertencente ao patrimônio do Município de Timon. Então, desta forma, os mesmos amigos do Bira, novamente em regime de mutirão providenciaram a limpeza do terreno que se tornou um novo espaço de esporte e lazer da comunidade até os dias atuais. Toda a história começou assim de verdade e de bons propósitos em nome da causa do esporte e, em particular, o futebol a paixão dos jovens timonenses que viam nessa modalidade uma alternativa de lazer fora de casa.

Com o espirito de desportista, logo depois apareceu um Senhor chamado Sebim, que era gerente da Camisaria São Francisco, no Mercado Central para colaborar com o esporte no bairro Parque Piauí, pois ele tinha um amigo conhecido como Galego que era gerente da Transportadora Cariri e torcedor apaixonado pelo Cruzeiro, de Belo Horizonte (MG). Por exemplo, em uma de suas frequentes viagens trouxe um uniforme do Cruzeiro, o nosso time. A partir daí, foi batizado o time do Cruzeiro que passou a dominar o campo, sendo até hoje o Campo do Cruzeiro, considerado um espaço agradável e bem localizado estrategicamente como uma das melhores praças do esporte de Timon.


Com uma história que começou ainda da década de 60, o local foi ponto de encontro para muitas peladas e campeonatos com timonenses da zona urbana e rural. Na tarde de sábado (07/10/2017), vivenciamos um novo momento que foi a inauguração da reforma e modernização do Campo do Cruzeiro, que foi responsável por acumular muitas histórias e construir grandes amizades no futebol amador, o novo campo ganhou grama, pista de atletismo, vestiários, banheiros, alambrado, arquibancadas e nova iluminação. A solenidade teve muita emoção com um jogo entre Amigos do Pierre e Boinas Verdes Veteranos. Sem dúvida, fiquei emocionado com a mente voltando ao passado, mas com o olhar pra frente ainda vamos revelar jovens atletas rumo ao futuro.  Neste sentido, Timon merece a bela praça de esporte totalmente modernizada.

Prefeito Luciano Leitoa falando da importância do novo Campo do Cruzeiro 
Assim, agradecemos ao prefeito da cidade, Luciano Leitoa e em especial ao ex-atleta Chico Leitoa, que fazia as vezes de jogador de futebol nas horas vagas. Outro detalhe: não poderia deixar de mencionar o nome do ex-prefeito de Timon, Napoleão Guimarães, que esteve presente na solenidade de inauguração da reforma do Campo do Cruzeiro e emocionado lembrou o começo da história do campo. Na época, Napoleão Guimarães como gestor público fez a cessão legal do terreno para a garantia e manutenção do campo como área de lazer para os moradores do bairro Parque Piauí. Guimarães mora em Timon há pelo menos 65 anos, como citou em sua fala no sábado (07/10/2017). 


Nenhum comentário:

Postar um comentário