sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Juarez Moraes admite compor com a oposição para vencer a eleição da Câmara de Timon


Vereador Juarez Moraes (SD), segundo mandato na CMT 

A antecipação da discussão em torno da sucessão do presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende (PDT), com eleição prevista para acontecer somente em abril de 2018, vem dando o que falar tanto no âmbito interno daquele Poder, assim como em rodas de bate-papo no cotidiano da cidade.

O vereador Juarez Moraes (SD), integrante da base de apoio ao prefeito Luciano Leitoa (PSB) continua franco favorito na disputa pela presidência da CMT, embora os seus colegas Jair Mayner (PSB) e Chagas Cigarreiro (PSB) ainda insistam em suas pré-candidaturas sem o respaldo da maioria. Dos 21 vereadores, Juarez Moraes já conseguiu a garantia de 9 votos lhe assegurando uma situação confortável. Porém, Moraes poderá perder o sono se o atual presidente da Casa, Uilma Resende decidir mesmo partir para o ataque em cima dos seus aliados de primeira hora.

Presidente da CMT, Uilma Resende 

Em rápida conversa com o titular deste Blog Ademar Sousa, o vereador Juarez Moraes disse que a eleição para a mudança de presidente da CMT, embora seja uma escolha dentro do colegiado de 21 integrantes, passou a despertar o interesse do povo nas ruas pelo desenrolar das articulações de bastidores. “A disputa pelo segundo Poder no município saiu do ambiente interno para mexer com o sentimento do povo, pois tenho observado isso no dia a dia. Fico feliz com esse tipo de manifestação popular, mesmo sabendo que o povo não terá direito a voto nesse processo de disputa interna”, afirma Moraes.

Questionado sobre a tranquilidade e a busca pelo consenso na base aliada do governo municipal e o apoio dos vereadores de oposição, Juarez Moraes foi taxativo: “acredito no entendimento entre os nossos aliados e estou contando com os votos dos colegas de oposição que irão compor conosco para a nossa vitória. Desta forma, estou tranquilo diante da eleição que me conduzirá a presidência da Câmara Municipal de Timon”, garante o vereador Juarez Moraes.

Distante ainda dessa certeza, o prefeito Luciano Leitoa assiste a tudo tranquilo tentando emplacar ainda o nome do vereador Jair Mayner. E por conta própria o ex-presidente da CMT, Chagas Cigarreiro disse ao Blog que continua buscando votos para levar a diante sua pretensão de participar da eleição. Assim, desse jeito, fica longe o consenso entre os aliados do prefeito Luciano Leitoa.  Agora, alguns vereadores confidenciam “em off” que jamais votarão em Jair ou Cigarreiro. Ai, poderá entrar em cena a candidatura de Uilma Resende para pacificar a crise que se estende ao Poder Executivo. A oposição conta com 7 membros, embora 2 deles, Henrique Júnior (Podemos) e Ramon Júnior (PP), sempre estão contrariando os entendimentos acertados em grupo, segundo a versão deles.


Nenhum comentário:

Postar um comentário