quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

PI: Wellington Dias reúne secretários e faz avaliação sobre o ano de 2017



O governador Wellington Dias reuniu, na tarde de quarta-feira (20), no Palácio de Karnak, sua equipe de secretários para avaliar o ano de 2017. Gestores da administração direta e indireta estiveram presentes e compartilhavam da opinião de que foram 12 meses difíceis, superados graças às estratégias administrativas e econômicas adotadas pelo governo, que garantiram a condição de equilíbrio financeiro nas finanças estaduais.

“Atravessamos, aqui no Piauí, andando na contramão positiva, pensando em fazer com que o investidor visse o estado em um cenário diferente do brasileiro. Com isso, o Piauí conseguiu atrair empresas, gerando emprego e mantendo o crescimento da receita própria acima da média nacional. Isso nos deu fortalecimento para superar as quedas das transferências federais”, destacou o secretário de Estado da Administração e Previdência, Franzé Silva.

Pelos levantamentos do governo, em 2017, foram entregues à população, por meio do executivo estadual, 986 obras, contemplando desde sistemas de abastecimento d’água, até grandes equipamentos de mobilidade urbana, como o elevado da avenida Miguel Rosa, em Teresina.

Para o início do próximo ano, há a expectativa de liberação da segunda parcela do empréstimo junto à Caixa Econômica Federal, estimada em R$ 300 milhões. “A prioridade é seguir com investimentos, dando solução a problemas que, até o ano de 2017, não foram resolvidos. Se algum lugar ainda precisa de algum equipamento, estrutura, ação ou intervenção para fomentar o empreendedorismo, a geração de emprego, nós vamos chegar lá. Teremos uma capacidade de investimentos com recursos próprios, com a tendência natural de investimentos da União por se tratar de ano eleitoral”, esclareceu o governador.


Wellington Dias estabeleceu metas claras a serem perseguidas para avançar no desenvolvimento do estado. Os indicadores sociais e estudos feitos por órgãos de controle externo apontam o Piauí em situação favorável, o que desperta interesse em investimentos privados. A produção de energia verde deve ser, novamente, um impulsionador da economia. Esse ano, foi inaugurado em Ribeira do Piauí o maior parque de energia solar da América Latina. De acordo com o secretário de Estado da Mineração e Energias Renováveis, Luís Coelho, o Piauí foi o grande destaque no último leilão realizado pelo governo federal e deve garantir investimentos de até R$ 5 bilhões em 2018, por empresas do setor. “Conquistamos um parque solar na região de São Gonçalo do Gurgueia, duas vezes e meia maior que o inaugurado por nós esse ano. Teremos ainda mais um parque eólico de 510 megawatts, na região de Queimada Nova e Lagoa do Barro. É a garantia de quase R$ 5 bilhões em investimentos no estado”, revelou Luís Coelho.

Para não deixar que a campanha eleitoral atrapalhe o planejamento do governo para o ano que vem, o governador Wellington Dias estabeleceu o que chamou de código de conduta, direcionado à equipe. “Quando alguém se afastar para ser candidato, haverá um entendimento para ter um membro da equipe que assuma, para não parar obras, projetos, e tudo seguir na mesma velocidade”, finalizou Dias. Fonte: Ccom



Nenhum comentário:

Postar um comentário