quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Prefeito de Alto Longá impede obra e sofre vaia da população do bairro Brejinho

No meio da tarde de terça-feira (16/01), visivelmente nervoso e descontrolado, acompanhado de supostos “jagunços armados”, o prefeito de Alto Longá, município localizado a 80 Km de Teresina,  capital do Piauí, Henrique César de Arêa Leão Costa (PSD), partiu furioso para cima do seu adversário político e líder da oposição Belauto Bigode (PR) quando o mesmo se encontrava no bairro Brejinho. Belauto na ocasião estava dando início a execução da obra de calçamento do bairro, benefício reivindicado há mais de 40 anos pelos moradores da comunidade, motivo de insatisfação do prefeito.

Henrique César, em tom ameaçador e arrogância se colocando acima das leis e numa atitude destrambelhada para um administrador público, perdeu a estribeira e foi tomar satisfação com o seu opositor político no município Belauto Bigode, que está realizando uma obra autorizada pelo Governo do Estado, dizendo assim: “aqui você não faz, viu, tá bom”. Com isso, o prefeito criou um impasse que está gerando confusão e que poderá ter vários desdobramentos, em que culminará, por certo, em prejuízo para a população que está sendo impedida de receber o benefício e o bairro ganhar o calçamento.



Diante disso, o prefeito Henrique César não esperava a forte reação de protesto dos moradores do bairro Brejinho que se encontravam naquela ocasião e repudiaram a sua atitude com vaias e gritos: “Deixa o Bigode trabalhar, Deixa o Bigode trabalhar”.  A frase do povo ecoou e Henrique César deixou o local debaixo de vaias, em razão de não ter apresentado um projeto antes da inciativa do seu opositor Belauto Bigode que correu na frente e conseguiu junto ao Governo do Estado, através da Secretaria de Estado das Cidades a liberação dos recursos necessários para a concretização da obra que havia sido iniciada desde a semana passada.

“Em um ano de mandato, Henrique César administrou apenas a folha de pagamento da Prefeitura recheada de nepotismo. Agora, nesse momento, ele não aceita a perspectiva de progresso e de desenvolvimento da nossa cidade. Afinal, calçamento e asfalto significam melhorias consideráveis para a nossa população mais carente que mora distante do centro da cidade. Quer dizer, todo mundo sabe que o prefeito Henrique César administra a Prefeitura somente para os ricos, pois nunca gostou de pobre”, desabafou Belauto Bigode.


Nenhum comentário:

Postar um comentário