terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Deputado Edilázio Jr. comenta rompimento de Zé Reinaldo com Flávio Dino

Deputado Edilázio Júnior (PV-MA) 


O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) comentou, na sessão desta segunda-feira (26), o rompimento político do deputado federal e ex-governador do estado, Zé Reinaldo Tavares (PSB), com o governador Flávio Dino (PCdoB).

Para Edilázio, Dino errou e agiu com ingratidão para com o ex-aliado, que buscava apoio para a disputa do Senado da República. “Já dizia o padre Antônio Vieira: ‘um bom cristão começa pela gratidão’. E eu pergunto aos colegas nesta Casa, se existe algum político que fez mais pelo governador Flávio Dino do que o ex-governador Zé Reinaldo? Então faço o questionamento: se ele fez isso com quem o criou não fará com qualquer outro que veio do grupo de Roseana, de Jackson, de Lobão Filho?”, analisou.

Edilázio chamou atenção para a postura adotada por Flávio Dino e alertou os parlamentares da base governista. “O governador [Zé Reinaldo] saiu de casa para votar em Flávio Dino para deputado federal. Ele que nunca tinha andado pelo interior do Maranhão, foi eleito naquela ocasião com mais de 100 mil votos. Era para ter sido o primeiro nome dele para o Senado. Mas ele falou: ‘em política não há gratidão’”, disse.

Edilázio afirmou que acredita na vitória da chapa do grupo de Roseana Sarney, Edison Lobão e Sarney Filho, e ponderou que apesar do rompimento, Zé Reinaldo deve sair nas eleições mais competitivo, uma vez que o seu discurso é em defesa do municipalismo.

“Ele [Zé Reinaldo] é amigo dos prefeitos, tem o apoio da Famem e Flávio Dino corre longe dos prefeitos. Tavares, foi só o primeiro, abriu a porteira. Semana que vem estarei aqui para me solidarizar ao deputado federal Waldir Maranhão. Já aos colegas, tomem a decisão correta, uma decisão acertada, escutem as vozes das ruas. Ninguém mais quer o comunista no nosso estado”, finalizou. Fonte: Assecom/ Dep. Edilázio Jr.



Nenhum comentário:

Postar um comentário