segunda-feira, 19 de março de 2018

ALTO LONGÁ: Área de saúde está de “mal a pior” e CRM/PI investiga a situação



Informações dão conta de que a saúde pública no município de Alto Longá (PI), a 80 Km de Teresina está de “mal a pior”. Para se ter uma ideia, existem reclamações de suposta falta de médicos e de medicamentos, além da falta de estrutura humana para atendimento digno aos doentes que recorrem ao serviço público de saúde no Hospital José Vieira Gomes. Há denúncias através das redes sociais de uma mãe que procurou atendimento na unidade de saúde para o filho (criança) e a médica de plantão indicou um remédio que mais tarde foi verificado como vencido, ou seja, fora do prazo de validade. Sem dúvida, é um caso para ser investigado pela Polícia Civil e, posteriormente, denunciado junto ao Ministério Público do Estado. Afinal, parece ser caso de polícia!



Atraso de salários dos profissionais de saúde



As denúncias são constantes que o Conselho Regional de Medicina – CRM/PI, informa em nota que o município de Alto Longá será notificado e concedido prazo para a apresentação das providências necessárias, a fim de regularizar os pagamentos e evitar nova ocorrência deste tipo de situação.


Um comentário:

  1. Vamos colocar notícias de maneira séria, jornalista que se preze tem que apurar os fatos, o Hospital José Vieira Gomes de Alto Longa desde início de da nova gestão não ocorreu um dia sequer sem médico! Outra coisa se todos observarem está medicação vencida postada na foto, é amostra grátis que os laboratórios fornecem para os médicos , é só observar a própria foto , não pode ser compradas pelo gestor. Para terminar é só consultar os médicos se existem salários atrasados na nova gestão, este problema é da gestão anterior, mas como prefeitura é impessoal , citaram cidade de Alto Longa . Jornalismo sério e imparcial é muito difícil de exercer não é?

    ResponderExcluir