sexta-feira, 16 de março de 2018

Luciano Leitoa perde 5 dos 14 vereadores da base de apoio na Câmara de Timon


Com base enfraquecida na Câmara Municipal de Timon, o prefeito Luciano Leitoa poderá sofrer derrotas implacáveis

Vereadores Raimundo da Ração, Kaká do Frigosá, Claúdia Regina, Helber Guimarães e Dr. Tuá 

O prefeito Luciano Leitoa (PSB) enfrenta uma situação de baixa considerável na sua base de apoio na Câmara Municipal de Timon. De uma só vez, o socialista perdeu 5 dos 14 vereadores que integravam o seu grupo de sustentação política naquele Poder, entre eles, Helber Guimarães, Kaká do Frigosá, Raimundo da Ração, Dr. Tuá e professora Cláudia Regina.

Diante disso, a oposição passou a ser fortalecida mais ainda ganhando 5 novos integrantes passando de 7 para 12 membros, ficando assim denominado de Grupo dos 12, demonstrando clara independência no atual cenário político. Há quem diga que isso caracteriza falta de habilidade e de humildade do Chefe do Executivo timonense que tentou sem sucesso impor candidatos considerados antipáticos e desagregadores que não conseguiram a simpatia da maioria na própria base governista em relação a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores.

Essa informação ganhou dimensão depois da postagem do vereador Ramon Júnior que relatou o resultado do rompimento dos 5 vereadores aliados até então ao prefeito Leitoa, após uma reunião na casa da vereadora Professora Cláudia Regina (PMB) entre os 12 agora todos oposicionistas.  Ao final do encontro, ficou decidido que o vereador Kaká do Frigosá é o novo líder da bancada de oposição e a vice-liderança ficou com o colega Dr. Tuá. 
            
Grupo dos 12, o "G 12" vai dar "dor de cabeça" ao prefeito Luciano Leitoa

Se depender dos votos desses 12 vereadores, Helber Guimarães será o novo presidente da Casa em breve, até porque, não haverá recaída de nenhum deles até onde se sabe. E o povo e a imprensa estão de olhos abertos. Quem se vender ou voltar atrás sofrerá um desgaste fora do comum.

Nesse atual cenário de baixa na base governista ficando sem maioria no Poder Legislativo mirim, Luciano Leitoa precisa rezar muito para não acontecer um pedido de seu afastamento da Prefeitura de Timon. Por exemplo, numa eventual situação dessa ordem, o placar ficaria assim: 12 X 09.


Nenhum comentário:

Postar um comentário