quinta-feira, 27 de setembro de 2018

PI: Líder do Governo Wellington Dias diz em debate que Projetos de Lei beneficiarão bombeiros

Deputado Fábio Xavier abriu a audiência pública na Alepi 

Ao participar do debate com representantes de bombeiros militares em audiência pública realizada hoje (27) na Assembleia Legislativa do Piauí - Alepi, o líder do Governo, deputado Francisco Limma Lula (PT), disse que os Projetos de Lei 26/18 e 27/18 do Poder Executivo beneficiarão os integrantes do Corpo de Bombeiros que terão direito a um grande número de promoções. Os representantes dos bombeiros contestam os PLs afirmando que reduzirão em 42% o contingente militar previsto em lei para aquela corporação.

O primeiro a falar no debate foi o presidente da Associação dos Oficiais Militares do Piauí, coronel Carlos Pinho. Ele disse que os Projetos de Lei não têm o apoio dos bombeiros porque reduzir a previsão de integrantes do Corpo de Bombeiros significa “ir na contramão das necessidades da instituição que deve prestar bons serviços à população”.

O presidente da Associação dos Bombeiros Militares do Piauí, capitão Marcelo Anderson, afirmou que os Projetos de Lei foram enviados para a Assembleia Legislativa “na obscuridade, pois não chegaram a ser discutido com a nossa categoria, por isso já nasceram fracassados”. Ele assinalou que o contingente de bombeiros previsto em lei é de 1.442, mas poderá ser reduzido para 836.

O tenente Flaubert Vieira, ex-presidente da associação, disse que o Governo não cumpriu acordo de que discutiria com a categoria todas as propostas que seriam enviadas ao Poder Legislativo. Por sua vez, o deputado Robert Rios (DEM), líder da Oposição, criticou as proposições governamentais porque, segundo ele, permitirão a promoção de militares sem a devida qualificação.

Ao falar em nome do Comando Geral do CB, o major Egídio Leite disse que o contingente atual de bombeiros representa apenas 20% do previsto legalmente, o que só contribui para a apresentação de demandas judiciais por aprovados em concurso público reivindicando nomeações. “Essa quantidade prevista na lei é uma ilusão”, declarou ele.

O deputado Rubem Martins (PSB) citou publicação em site do Governo na internet para questionar ao representante do Corpo de Bombeiros sobre a possibilidade de privatização daquela corporação e a resposta foi de que essa possibilidade não existe. No final da audiência pública, o deputado Marden Menezes (PSDB) propôs a realização de uma reunião entre representantes do Governo e dos bombeiros para debater as propostas de mudanças no Corpo de Bombeiros Militar.

A audiência pública, que ocorreu na Comissão de Segurança Pública, foi aberta pelo deputado Fábio Xavier (PR) e contou com a presença dos deputados Rubem Martins, Zé Santana (MDB), Robert Rios e Francisco Limma Lula.

Fonte: Alepi

Nenhum comentário:

Postar um comentário