segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Teresina ganha novo cartório nessa segunda (21)



Teresina ganha a partir desta segunda um novo cartório. O 6ª Ofício de Notas, localizado na Av. Joaquim Nelson, QD-139, Casa17, bairro Dirceu, próximo ao teatro João Paulo II, vai atender cerca de 200 mil pessoas da região.

Com os serviços de reconhecimento de firma, autenticação de documentos, DUT eletrônico, Procuração Pública, Escritura Pública (compra e venda, doação, união estável, inventário, divórcio, entre outras), Ata Notarial e Apostilamento o novo Cartório vai descentralizar os serviços na capital, diminuindo o tempo de espera e proporcionando mais conforto para a população da região.

A nova unidade foi instalada respeitando a Lei Complementar N º 234, de maio de 2018, que criou novos cartórios na cidade de Teresina. Ainda no ano passado, na gestão do vice-Corregedor Brandão de Carvalho, o Poder Judiciário entregou a 2ª Serventia de Notas e Protesto de Títulos, que atualmente funciona na Rua Barroso, 1009, centro/norte da cidade.
Temporariamente, as novas unidades estão sob responsabilidade de interinos, enquanto o concurso que prevê vagas para novos tabeliães é homologado, o que deve acontecer nos próximos meses.

Para o vice-corregedor, responsável pelos serviços extrajudiciais no Estado, desembargador Oton Lustosa, o novo cartório vai atender a demanda popular, diminuindo as filas e melhorando o serviço prestado por parte do Tribunal de Justiça. "A abertura dos novos cartórios, sob responsabilidade de tabeliães interinos atendeu uma solicitação da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Piauí, ainda ao ex-vice-corregedor, desembargador Brandão de Carvalho. Sem dúvida a nova serventia vai facilitar a vida da população da região do Grande Dirceu, que vai poder resolver suas questões extrajudiciais no próprio bairro, sem precisar se deslocar longas distâncias, nem enfrentar grandes filas", destacou o desembargador.

O novo cartório já está aberto ao público, funcionando de 8h às 17h.


Nenhum comentário:

Postar um comentário