sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Com investimento de R$ 9 milhões, empresa vai implantar fecularia na região Sul do Maranhão

Secretário Simplício Araújo garante novos investimentos no Maranhão 

A crescente produção de mandioca no Maranhão, em virtude dos trabalhos de desenvolvimento da cadeia produtiva desenvolvida desde 2015 pelo governo Flávio Dino e a demanda por produtos alimentícios da cadeia da mandioca que tem aumentado em todo o país. Foi considerando esse panorama que a empresa Nutrila, vai implantar uma fecularia na cidade de Balsas, no sul do estado. A intermediação está sendo realizada junto a Secretaria de Indústria, Comércio e Energia, em parceria com a Ambev. Na quinta-feira (21), gestores da Seinc se reuniram com diretores da empresa.

A indústria vai gerar 80 empregos diretos, com a fabricação e produção de fécula de mandioca, polvilho doce, tapioca úmida e farinha de mandioca de vários tipos. Segundo a empresa, a capacidade de produção será de 15.000 quilos/hora. A matéria prima virá do Tabuleiros de São Bernardo, localizado na região do Baixo Parnaíba, de onde a Ambev compra a mandioca para a fabricação da cerveja Magnifica, vendida em lojas de São Luís.

Durante a reunião, a Seinc apresentou o Distrito Industrial de Balsas, para que a empresa se instale no local. A fecularia, segundo o secretário Simplício Araújo, irá atender todo o estado, já que atualmente a fécula de mandioca é produzida em outros estados e após, enviada ao Maranhão.

“Hoje a mandioca maranhense é enviada para outros estados para a produção de fécula e consumimos produtos de mandioca proveniente de outros estados pela falta de processamento aqui no Maranhão, Com a instalação da empresa, vamos reverter isso, podendo inclusive passar em breve a exportar para outros estados”, disse o secretário Simplício Araújo.

Parceria

Desde 2016, a Seinc e a Ambev dialogam sobre a fabricação de uma cerveja a base de mandioca genuinamente maranhense. A contrapartida para que a produção fosse fabricada com matéria prima oriunda do Tabuleiro de São Bernardo com um pedido do Governo do Estado, com a proposta de adensar a cadeia produtiva, gerar emprego, renda e aumentar a produção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário