segunda-feira, 29 de abril de 2019

Escutas telefônicas comprovam que PCC está operando no Piauí

Da Coluna Feitosa Costa, do Portal Carta Piauí


Monitoramento eletrônico solicitado ao Serviço de Inteligência da Polícia Civil pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado - GRECO para apurar o envolvimento de algumas pessoas residentes no Piauí com o tráfico nacional de entorpecentes, no final do mês de fevereiro deste ano, acabou comprovando que o Primeiro Comando da Capital - PCC, a organização criminosa mais poderosa do país, está operando no estado.

As escutas, autorizadas pelo juiz da Central de Inquéritos, Luís Henrique, interceptaram conversas telefônicas entre pessoas responsáveis por um carregamento de drogas despachado de São Paulo e apreendidos na cidade de Canto do Buriti, no Sul do estado do Piauí, com farta quantidade de maconha e alguns quilos de cocaína e crack que seriam distribuídos em algumas cidades do estado, entre elas Parnaíba.

EXCLUSIVAS

Investigação em curso

A investigação do GRECO está em curso e dezenas de pessoas estão sob observação como suspeitos de ter envolvimento com o esquema e de serem colaboradores.

Crimes afins

A investigação do Grupo de Combate ao Crime Organizado não apura apenas tráfico de drogas. A organização criminosa seria ainda responsável por assassinatos e assaltos.

Segredo de Justiça

Toda a operação deflagrada pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado está sob segredo de Justiça e algumas pessoas estão presas.

Todas as operadoras

As escutas telefônicas foram solicitadas a Tim, Claro, Vivo e Oi pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Estado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário