terça-feira, 16 de julho de 2019

Sétimo e Socorro Waquim avaliam apresentar Amanda Waquim como sugestão para a oposição e Luciano Leitoa ainda esconde o seu sucessor

A opinião é unânime por toda parte de Timon. Se a oposição não partir unida vai afundar e beber água é cedo.

Amanda, Sétimo e Socorro Waquim 

A sucessão municipal virou tema dominante em qualquer lugar. E em Timon não seria diferente. Agora, a opinião é unânime por toda parte de Timon. Se a oposição não partir unida vai afundar e beber água é cedo. Ou melhor, a base governista comandada pelo prefeito Luciano Leitoa (PSB) poderá ganhar a disputa eleitoral e se manter no Poder. Assim, dizem alguns observadores políticos. Porém, Leitoa esconde a sete chaves o nome que indicará para sucedê-lo, embora existe uma disputa interna dentro do seu grupo político. Uma ala mais ligada ao ex-prefeito Chico Leitoa quer o deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) na cabeça de chapa. Enquanto isso, a turma do prefeito Luciano Leitoa sob a sua orientação defende que o pré-candidato a prefeito seja o técnico Victor Hugo (secretário de Parcerias e Investimentos do município).

Secretário Victor Hugo e o deputado Rafael Leitoa 

Afinal de contas, a pergunta que não quer calar. E o pior, esse questionamento passou a ser da própria população: por que o prefeito Luciano Leitoa não quer a pré-candidatura do seu primo Rafael Leitoa?

Casal Waquim em cena

Por outro lado, o Blog Ademar Sousa soube nos bastidores que é consenso entre o casal Waquim – Professor Sétimo Waquim (ex-vereador e ex-deputado federal) e Professora Socorro (ex-deputada estadual, ex-prefeita e atual vereadora), avaliam sugerir o nome da jovem advogada Amanda Waquim como pré-candidata a prefeita pelo grupo de oposição.  A princípio, ela recusou tal sugestão. Mas, há quem diga que a moça começou a tomar gosto com a ideia. A justificativa é de que ela é uma jovem preparada e sem desgaste político.

Anderson Pêgo e Alexandre Almeida

Anderson Pêgo, Alexandre Almeida e Antunes Macêdo 

E não para por aí. O vereador Anderson Pêgo (PSDB) quer ressuscitar o ex-vereador, ex-deputado estadual e ex-candidato ao Senado, Alexandre Almeida (PSDB) para eventualmente entrar na disputa pela Prefeitura de Timon.

Outros nomes

Ainda aparecem como pré-candidatos a prefeito, o vereador Henrique Júnior, o vereador e suplente de deputado federal Leandro Bello, o ex-vereador, suplente de deputado federal e advogado Jaconias Morais. Por último, ganhou grande conotação a possível pré-candidatura do Coronel Schnneyder, que foi alijado da função de comandante geral do 11º Batalhão da Polícia Militar, em Timon, por suposta perseguição política de poderosos que estavam enciumados com o excelente trabalho sério e correto desenvolvido pelo bravo policial militar.  Diante disso, a população começou a reagir indignada nas redes sociais contra o afastamento repentino do Coronel Schnneyder. Vamos aguardar o desfecho desses fatos que estão surgindo no mundo político timomense!

Coronel Schnneyder, a única novidade na política 

Um comentário:

  1. Esse último deve entrar como candidato a verianca. Seu trabalho no exercio de sua função, ainda não credencia para tamanho

    ResponderExcluir