quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Saúde já discute ações para o Outubro Rosa





Na manhã desta quarta-feira (07), aconteceu uma reunião na Secretaria Municipal de Saúde (SEMS) para tratar sobre o Outubro Rosa: movimento mundial que consiste numa série de ações voltadas para a prevenção e o combate ao câncer de mama nas mulheres.

O secretário Marcio Sá recebeu em seu gabinete representantes da Casa de Palha (Centro de Solidariedade e Apoio às Pessoas com câncer, sem fins lucrativos), para discutir ações que irão integrar este movimento. De acordo com o titular da SEMS, a Saúde sempre tem dado apoio à Casa de Palha, que tem engrandecido o evento.

“A cada ano, a campanha Outubro Rosa cresce dentro do município de Timon. E a Casa de Palha tem engrandecido a ação ao estar na organização desse movimento, que tem como principal objetivo intensificar a saúde preventiva da mulher”, disse Marcio Sá.

O encontro, que contou com a presença da diretora do CAISM, do HPA e da coordenadora da ESF, teve a proposta de discutir ações a serem realizadas em prol da mobilização nacional. Até o final do mês, será definida a data do evento.

A campanha

Em Timon, durante todo mês de outubro, as mulheres participam de uma programação preparada especialmente para elas, com o objetivo de conscientizar a importância da prevenção. Entre as atividades, geralmente são realizadas blitzen educativas, palestras, agendamentos e marcação de mamografia e citologia.



Timon é representada na 16ª Conferência Nacional de Saúde


Representantes do Conselho Municipal de Saúde de Timon participaram da 16ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília. Organizado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS), esse é um dos maiores eventos de participação social no Brasil.

Com o tema principal “Democracia e Saúde”, a conferência reuniu mais de quatro mil pessoas em Brasília, com a proposta de traçar, de forma democrática, as diretrizes para as políticas públicas de saúde no país.

Os representantes de Timon, do seguimento gestor, trabalhador e usuário, participaram de discussões com eixos temáticos “Saúde como direito”, “Consolidação dos princípios” e “Financiamento do Sistema Único de Saúde (SUS)”. O relatório final vai subsidiar a elaboração do Plano Plurianual 2020-2023 e do Plano Nacional de Saúde. Fonte: Ascom/Sems 



Nenhum comentário:

Postar um comentário