sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Vereadora Cláudia Regina organiza audiência pública para debater a importância das escolas particulares na educação de Timon



A vereadora professora Cláudia Regina, 1ª secretária da Câmara Municipal de Timon, foi a autora da proposta da realização de uma audiência pública que uniu diversas escolas particulares hoje, 27, no plenário da Casa, para discutir a importância dessas instituições para a educação e a economia timonenses. A parlamentar, que é empresária do setor de Educação, ressaltou que o setor tem importância estratégica para a evolução da educação no município de Timon e que além de contribuir com a educação movimenta o setor econômico, com a geração de emprego, pagamento de impostos e compras no comércio timonense.

“Somos competidores e não inimigos. Desta audiência pública vamos tirar vários frutos porque só quem constrói história é quem participa dela. Após a audiência pública vamos elaborar uma carta de intenções para que os empresários do setor de educação em Timon tenham suas demandas ouvidas pelo poder público”, destacou a parlamentar.

A audiência pública contou com três painéis temáticos, onde representantes das instituições de ensino privados de Timon abordaram os temas centrais da discussão: A importância da escola particular no cenário educacional do município de Timon; Inadimplência na rede privada – desafios e lutas para seguir em frente; As obrigações das escolas particulares junto aos poderes municipais e estaduais.

Para a professora Hortência Oliveira, representante do Colégio Rita Miranda, este foi um momento ímpar do movimento de união das escolas particulares em Timon, que culminou na realização desta audiência pública. “Hoje é momento de refletir, colocar nossas angústias, nossos lamentos. Esperamos colher frutos positivos. Decidimos nos aproximar, para conversar com os companheiros, pois nossos problemas são os mesmos, nossas angústias são as mesmas. Começamos a nos reunir e das muitas reuniões que fizemos chegamos aqui neste momento para compartilhar experiências, ideias que deram certo”.

Edgar Sales, advogado do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão (SINEPE), destacou que nos seus mais de 14 anos trabalhando com as escolas o que sempre ouve são as mesmas iniciativas que ouviu em Timon, “são escolas que começaram por iniciativa de um professor ou uma professora, que têm paixão por educar, e que em geral enfrentam as mesmas dificuldades”. O advogado abordou diversos temas, mas com destaque à questão da inadimplência, que segundo ele, é uma das questões mais lesivas às escolas. “Essa questão da inadimplência é extremamente lesiva para as empresas, então temos que prevenir ou tentar reduzir a sua ocorrência. Temos que ter um contrato bem estruturado para evitar essa situação”, destacou.

Estiveram presentes à audiência pública o vereador Henrique Júnior, o advogado do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Maranhão, Edgar Sales, o Comandante do 7º Batalhão do Corpo de Bombeiros em Timon, Major Hélio Sena, além de representantes as escolas: Colégio Emílio Fernandes, Colégio Montessori, Colégio Múltiplo, Colégio Mundial, CENAPLI, Colégio Rita Miranda, Colégio Augusto Batista, Colégio Glaucia Costa, Instituto Paraíso de Educação, Colégio Cristo Rei, Instituto Aprender, Instituto Renascer, Colégio Shekinah, Centro Educacional Ana Machado, Creche Escola Primeiros Passos, Colégio Mais, Colégio Sousa Carvalho, Centro Educacional Estrela da Manhã, Instituto Paraíso, Jardim do Éden, Faculdade IESM e Faculdade Maranhense São José dos Cocais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário