domingo, 1 de dezembro de 2019

ELEIÇÕES 2020: Imbróglio toma conta do PSOL de Timon com duas pré-candidaturas para prefeito



Uma terrível situação de imbróglio tomou de conta do ambiente interno no minúsculo Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), em Timon. Neste ponto, a confusão entre os dirigentes da sigla representa algo maior que o número de simpatizantes e filiados.
                                         
Afinal de contas, quem é mesmo o presidente do PSOL de Timon? De um lado, aparece o Agente Comunitário de Saúde, Erivaldo Lima alegando ser o dirigente do PSOL no município. Do outro, Geovane Lima fala como presidente do PSOL até passando informações a blogs e outros meios de comunicação.

Nesse impasse já existem duas pré-candidaturas lançadas para a sucessão do prefeito Luciano Leitoa (PSB). Há menos de um mês, Erivaldo Lima retornou de São Luís (MA) trazendo na bagagem o seu lançamento oficial de pré-candidatura a prefeito de Timon pelo PSOL, justificando ser uma decisão da cúpula nacional do partido. Mas, por outro lado, na manhã de sábado (30/11), na Câmara Municipal de Timon, aconteceu uma reunião liderada por Geovane Lima, contando com a participação de militantes, entre eles, Raimundo Pombo, Professora Fafá (ex-vereadora), Abimael Desidério e o radialista Lucas Rebelo, dentre outros. Na ocasião, eles juntos ignoraram a pré-candidatura de Erivaldo Lima e decidiram pelo lançamento da Professora Fafá como pré-candidata a prefeita pelo PSOL. Ficou ainda decido no encontro que serão lançados 16 pré-candidatos a vereador. Para Geovane Lima, não há mais como voltar atrás nessa decisão em relação a Professora Fafá.

Depois dessa decisão tomada em reunião realizada na Câmara de Timon, Erivaldo Lima divulgou uma nota na qual relatando que “o PSOL já tem uma direção partidária ativa registrada no site do TSE, assim como em várias outras cidades do Maranhão”. Segundo ele, esses membros que se intitulam do PSOL, muitos deles nem aparecem na lista de filiados junto a corte superior eleitoral. Por isso, vai recorrer as instâncias superiores do PSOL visando anular qualquer ato dessa suposta direção.

 Leia a nota:



Nenhum comentário:

Postar um comentário