quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

PI: Delegado suspeito de agredir mulher com garrafa é preso em Teresina

A agressão aconteceu na noite do último domingo (22) em um bar na Zona Sul de Teresina. A vítima, na segunda-feira (23) prestou depoimento.

Por G1 PI


Delegacia Geral da Polícia Civil do Piauí — Foto: Ellyo Teixeira/G1

O delegado José de Anchieta Pontes dos Santos, suspeito de agredir uma mulher com uma garrafa em um bar na Zona Sul de Teresina, foi preso nesta quinta-feira (26). A informação foi confirmada pelo secretário de Segurança Pública, Fábio Abreu. O delegado irá responder pelo crime de tentativa de feminicídio.

Delegado Anchieta Pontes   Foto/Divulgação: Internet

A agressão aconteceu na noite do último domingo (22). De acordo com a Polícia Civil, o delegado é suspeito de agredir com uma garrafa a proprietária do bar, mulher com quem tinha tido um relacionamento amoroso por quatro anos.

O caso está sendo investigado pela delegada Luana Alves, coordenadora do Núcleo de Feminicídio, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Ela informou que José de Anchieta empurrou a vítima e, em seguida, quebrou uma garrafa e a acertou na mulher.

A vítima prestou depoimento na segunda-feira (23) e relatou à polícia que o relacionamento entre os dois terminou em setembro deste ano. Ela ainda revelou que o delegado possuía comportamentos agressivos como xingamentos e puxões de cabelo.

Preso por violência doméstica

O delegado José de Anchieta Pontes já tinha sido preso suspeito de violência doméstica na madrugada do dia 21 de novembro, em Teresina. Em nota, a Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que o delegado foi conduzido para a Central de Flagrantes pelo crime de lesão corporal e que foi liberado após pagamento de fiança.

Por áudio, o delegado afirmou ao G1 que o caso era um equívoco e que deveria se tratar de outro delegado. "Não é isso não. Minha mulher teve um surto psicótico e eu levei ela até a Central de Flagrantes para um encaminhamento para o Areolino. Não aconteceu isso não. Isso é fake", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário